Cientista é devorada por crocodilo ao tentar alimentá-lo

COMPARTILHE
Por: Array / RedeTV  Data: 15/01/2019 às 08:45
Fonte de Imagem: Reprodução/Facebook

A cientista Deasy Tuwo, de 44 anos, foi atacada e devorada por um crocodilo de 5,1 metros de comprimento enquanto o alimentava. O caso aconteceu na manhã da última sexta-feira (11) em um criadouro do CV Yosiki Laboratory, em North Sulawesi, na Indonésia, e gerou comoção pelo país.

Segundo jornais locais, acredita-se que a cientista estava atrás de um muro jogando pedaços de carne para o animal, quando ele deu um salto no recinto, conseguiu puxá-la para dentro e então a devorou. No entanto, há a suspeita de que ela tenha escorregado, caído no local e então sido atacada.

De acordo com o Daily Mail, os funcionários do local só notaram horas mais tarde o que havia acontecido – quando perceberam uma “silhueta estranha” na água que cerca o local, e então perceberam que se tratava de restos humanos.

“Nós ficamos curiosos quando olhamos para a piscina do crocodilo e vimos um objeto flutuando… era o corpo de Deasy. Ficamos com medo de encostar naquilo e imediatamente reportamos o caso à polícia”, relatou Erling Rumengan, segundo o jornal britânico. Ele ainda acrescentou que acredita que o crocodilo não tenha terminado de devorar a mulher porque já estava cheio.

Em imagens publicadas nas redes sociais é possível ver o momento que os restos mortais da cientista são retirados do local e uma multidão, que acompanha os trabalhos de perto, entra em desespero com a cena. Segundo o The Sun, o animal, chamado Merry, tinha partes do corpo na boca.

Merry era alimentado diariamente com frangos frescos, atum e carne. Ele era conhecido por ter devorado crocodilos menores, mas nunca havia atacado humanos no local. Nesta segunda-feira (14), o crocodilo foi imobilizado e levado para testes médicos a fim de confirmar se ele devorou o corpo.

De acordo com colegas, a cientista vítima do animal era uma pessoa quieta que amava os animais. Ela foi velada por familiares no mesmo dia da morte.