Chuva de granizo mata gado desabriga e famílias no interior da BA

COMPARTILHE
Por: Correio 24 Horas  Data: 29/11/2021 às 16:20
Fonte de Imagem: Reprodução

Municípios de Anagé e Santanópolis são atingidos por mau tempo; veja vídeo da chuva

Uma frente fria que chegou aos municípios de Anagé e Santanópolis, no Centro-Sul baiano, no final de semana, foi responsável por deixar um rastro de prejuízos nas cidades. Uma chuva intensa nos dois dias, acompanhados da queda de granizos no domingo (28) levou a registros de inundações e 10 casas afetadas em Anagé, das quais duas tiveram que ser evacuadas. Na zona rural, dez vacas morreram com a queda de árvores e tetos de construções.

Em Anagé, segundo registros da Superintêndencia de Proteção e Defesa Civil do estado (Sudec), o temporal alagou o Colégio Militar da cidade e ocasionou danos estruturais em imóveis públicos e privados. Não há vítimas fatais ou feridos, mas das 10 casas afetadas, das quais quatro estão na zona rural, duas famílias ficaram desabrigadas.

Já em Santanópolis, as chuvas de granizo deixaram 40 casas destelhadas e causaram danos nas estradas vicinais.

As chuvas de granizos não são comuns na região. Segundo a meteorologista Cláudia Valéria, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apesar da região estar em seu período chuvoso, são as altas temperaturas aliadas à uma maior frequência de frente fria as responsáveis pelo fenômeno.

“O período com maior umidade junto às temperaturas elevadas, próximas a 37ºC, acaba desenvolvendo nuvens com desenvolvimento vertical muito grande, que acaba provocando chuvas intensas em poucas horas, descargas elétricas e rajadas de ventos. Pontualmente, essas nuvens sobem para camadas mais elevadas da atmosfera, onde as temperaturas são muito baixas, e a água é congelada, então caem as pedras de gelo, o granizo”, explica.

A previsão para os próximos dias, portanto, é de continuidade das chuvas para a região.