Catadores acham R$ 40 mil, devolvem ao dono e têm surpresa

Gente honesta sempre será notícia boa. Em Minas Gerais catadores de materiais recicláveis acharam R$ 40 mil no lixo e devolveram ao dono. Quatro catadores da empresa de reciclagem Ferro Velho do Juninho, em Cássia, Minas Gerais, recolheram os resíduos em estabelecimentos comerciais da cidade. Quando retornaram para o ferro velho, um deles, o catador Carlos dos Reis Silva, percebeu que tinha um envelope dentro de uma caixa de papelão e, ao abrir, viu o dinheiro. Na hora ele achou que era de brincadeira e disse aos companheiros , “Quem quer dinheiro?”, brincou. Mas depois de fazer toda a separação dos materiais, eles pegaram novamente o envelope e perceberam que era dinheiro de verdade. Juninho, o proprietário, foi chamado e constatou que o dinheiro era verdadeiro. Ele foi até o estabelecimento comercial onde foi recolhido o material pra devolver o dinheiro. Juninho contou que o dono do estabelecimento já estava desesperado à procura do envelope com R$ 40 mil reais, mas não soube explicar como ele foi parar no lixo. Surpresa

COMPARTILHE
Por: SNB com CPNotícias  Data: 22/08/2020 às 13:34
Fonte de Imagem: Claudinho/CP Notícias

Gente honesta sempre será notícia boa. Em Minas Gerais catadores de materiais recicláveis acharam R$ 40 mil no lixo e devolveram ao dono.

Quatro catadores da empresa de reciclagem Ferro Velho do Juninho, em Cássia, Minas Gerais, recolheram os resíduos em estabelecimentos comerciais da cidade.

Quando retornaram para o ferro velho, um deles, o catador Carlos dos Reis Silva, percebeu que tinha um envelope dentro de uma caixa de papelão e, ao abrir, viu o dinheiro.

Na hora ele achou que era de brincadeira e disse aos companheiros , “Quem quer dinheiro?”, brincou.

Mas depois de fazer toda a separação dos materiais, eles pegaram novamente o envelope e perceberam que era dinheiro de verdade.

Juninho, o proprietário, foi chamado e constatou que o dinheiro era verdadeiro. Ele foi até o estabelecimento comercial onde foi recolhido o material pra devolver o dinheiro.

Juninho contou que o dono do estabelecimento já estava desesperado à procura do envelope com R$ 40 mil reais, mas não soube explicar como ele foi parar no lixo.

Surpresa

O dono da loja, que pediu para o nome não ser revelado, ficou tão grato, que doou R$ 1 mil para os catadores dividirem entre si. Mas eles queriam dividir o valor com o dono do ferro velho, que se recusou.

Assim, a gratificação ficou para os três funcionários honestos da empresa.