‘Cadeia me fez amar Curitiba’, diz Lula que foi presidiário por 580 dias por corrupção e lavagem de dinheiro

COMPARTILHE
Por: Com iG  Data: 18/09/2022 às 18:33
Fonte de Imagem: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou de um comício em Curitiba, cidade na qual ficou preso por 580 dias após condenação pela Operação Lava-Jato.

Em discuso, o petista negou ter ódio pela cidade. “Tem gente que pensa que eu fiquei com ódio de Curitiba porque eu fiquei preso aqui. Se vocês soubessem. A cadeia me fez amar Curitiba. Foi aqui, na cadeia, que eu conheci a Janja e foi aqui que nós decidimos nos casar“, afirmou Lula, durante evento na Boca Maldita, zona central da capital paranaense.

Na oportunidade, Lula voltou a criticar a presença das Forças Armadas na fiscalização do processo eleitoral. “Nós queremos as Forças Armadas preparadas, equipadas, bem formadas, para ninguém se meter a invadir o Brasil. Não queremos as Forças Armadas se metendo nas eleições do nosso país e nem querendo controlar as urnas. É preciso que alguns de lá tratem a sociedade civil com respeito, que nós sabemos cuidar de nós e não precisamos ser tutelados”, completou.

Ao falar com eleitores, o presidenciável também voltou a prometer o fim da exploração ilegal de recursos naturais na Amazônia e fez aceno às mulheres, lembrando que o eleitorado feminino quer “um presidente que saiba que mulher não quer ser mais objeto de cama e mesa”.

“Mulher quer ser o que ela quiser. É preciso cumprir a Constituição e regular a lei para que a mulher ganhe igual ao homem se fizer a mesma função, ou ganhe mais”, declarou.

Ricardo Stuckert