Brasileira de 19 anos passa em 32 universidades dos EUA

COMPARTILHE
Por: SNB com Diário do Rio  Data: 18/07/2022 às 06:20
Fonte de Imagem: Arquivo Pessoal

Que orgulho! A estudante Lorena Drumond Teles, 19 anos, foi aprovada em 32 universidades dos EUA, após seis anos de muita dedicação e estudo para realizar o grande sonho de estudar no exterior.

Entre as bolsas de estudos estão as da Clarkson University e da North Central College. Já a Stetson University, na Flórida, negociou com Lorena uma bolsa de estudos de 70% ao ano.

Lorenade é de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Formada em técnica de Biotecnologia, ela agora quer cursar no exterior Ciências da Saúde e posteriormente Medicina. Atualmente, a jovem dá aulas particulares para ajudar a mãe em casa. Ela pediu pelas redes sociais ajuda para pagar a estadia nos Estados Unidos.

“Meu nome é Lorena, tenho 19 anos e fui aprovada na Stetson University com uma bolsa de +200mil reais, cês acreditam? No entanto, ainda preciso arcar com os custos de alimentação e moradia e, por isso, vim aqui pedir a ajuda de vocês”, escreveu.

Sonho antigo
Ela contou que desde pequena sonha em estudar nos EUA. Para se preparar, a jovem estudou como bolsista em um colégio particular. Depois, fez o ensino médio em uma escola politécnica federal, dentro da Fiocruz, e se formou em biotecnologia. Além disso, também fez 6 anos de inglês com bolsa de estudos.

A mãe não esconde o orgulho da filha:”É determinada, tem uma força de vontade incrível pelo desenvolvimento. Toda a trajetória em relação à vida estudantil foi, realmente, muito dedicada. Então, não me surpreende ela estar nessa conquista”, diz Sandra Drummond, mãe de Lorena.

Falta dinheiro para estudar
Lorena se candidatou e passou para 32 universidades norte-americanas. Ela escolheu a que dava uma bolsa de estudos maior, além de ser melhor conceituada em ciência da saúde — graduação que ela pretende cursar.

Porém, ela precisa conseguir o dinheiro para pagar moradia e alimentação na universidade. Ela já conseguiu juntar R$ 5,5 mil com vaquinhas, mas precisa de mais R$ 4,5 mil para completar uma das parcelas, de R$ 10 mil. O custo total é de R$ 120 mil.

A estudante quer adquirir experiências e conhecimento para ajudar outras pessoas, como sempre fez, tanto em projetos sociais quanto dentro de casa, ajudando a irmã Gabrielle a estudar.

“O meu crescimento não é só para mim. É para mim, para os meus alunos e para as pessoas que eu consigo ajudar. Me faz estar mais próxima de poder ajudar outras pessoas que tenham essa curiosidade, não só de estudar fora, mas de expandir o conhecimento delas e de crescer um pouco mais na vida, independentemente de onde elas vierem”, concluiu.