Boneco Chucky mata para defender amigo gay em nova série de TV

COMPARTILHE
Por: Gospel Prime  Data: 03/11/2021 às 16:19
Fonte de Imagem: Divulgação/Syfy US

Boneco assassino estreia em nova série defendendo o protagonista gay de bullying

A Star +, um serviço de streaming que chegou ao Brasil, apresenta a série de TV “Chucky” que mostra a “amizade” do boneco assassino com Jake (Zackary Arthur), um adolescente que sonha em ser artista plástico sofre bullying e tem problemas com o pai por ser gay.

A nova produção leva terror para os corredores do ensino médio em uma cidade dos Estados Unidos. A vida de Jake é sempre perturbada por pessoas horríveis, e os espectadores podem acabar comemorando a morte de algumas vítimas de Chucky.

O criador da franquia, Don Mancini, que é gay, disse ao jornal The New York Times que ama o Chucky e que para manter o personagem vivo a história precisaria ir além do filão do boneco assassino.

Na sequência da série, o boneco diabólico começa a influenciar a vida complicada do protagonista Jake.

Chucky consola Jake quando descobre que ele gosta de um garoto da escola e diz que não tem problema com isso, visto que, seu próprio filho seria de gênero fluido.

No filme “O Filho de Chucky” de 2004, Glen (ou Glenda) fala para os pais Chucky e Tiffany, que às vezes queria ser menino e às vezes queria ser menina.