Avaí e CSA ficam no empate e não conseguem se aproximar do G-4 na Série B

Leão da Ilha e Azulão mantêm sequências sem derrotas e ainda tentam recuperação após início ruim

COMPARTILHE
Por: Globo Esporte  Data: 14/10/2020 às 06:07
Fonte de Imagem: R.Pierre/Agif - Agência de Fotografia/Estadão
Leão da Ilha e Azulão mantêm sequências sem derrotas e ainda tentam recuperação após início ruim

Avaí e CSA entraram em campo com um mesmo objetivo na noite desta terça-feira: encostar no G-4 da Série B do Brasileiro. Os times ficaram no empate, por 1 a 1, na Ressacada, em confronto pela 16ª rodada da Série B do Brasileiro. O Azulão saiu na frente com o zagueiro Luciano Castán, de cabeça, mas Getúlio igualou ainda no primeiro tempo, também de cabeça.

De olho na tabela

O Avaí chegou ao quinto lugar, com 23 pontos, mas está a três pontos do América-MG, que ainda não jogou. Além disso, o Leão da Ilha pode ser ultrapassado por Juventude, Paraná e Operário-PR no complemento da rodada. Porém, o time chega a três jogos sem perder (duas vitórias e um empate). O CSA vai a 20 pontos e também tem três partidas de invencibilidade na Série B, mas é o nono colocado.

Anote na agenda

O próximo compromisso dos times é na terça-feira, às 19h15, pela 17ª rodada da Série B. Fora de casa, o Avaí encara o Juventude, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. O CSA volta a atuar como mandante, pois recebe o Botafogo-SP, no Rei Pelé, em Maceió.

Primeiro tempo

O CSA dominou o início de jogo. Com mais posse de bola, o time alagoano ganhou espaço e abriu o placar aos nove minutos. Nadson cobrou escanteio, e Luciano Castán ganhou de Rafael Pereira para cabecear. O Azulão poderia ter ampliado com Rafinha, mas em batida de falta ele parou no goleiro Lucas Frigeri. O Avaí passou tinha raras jogadas de criatividade. Em uma delas, Gastón serviu Rômulo, que devolveu ao uruguaio. O arremate passou muito perto do gol de Matheus Mendes. Aos 28, Alan Costa levou perigo em cabeçada à direita. E 10 minutos depois Getúlio empatou, também de cabeça. Yuri cruzou, Rômulo desviou e o camisa 99 testou de peixinho. Ele não marcava um gol desde 3 de abril de 2019.

Segundo tempo

Na etapa final, Avaí e CSA não tiveram criatividade para rodar a bola, envolver o adversário e conseguir o gol da vitória. O Leão da Ilha se portou melhor em relação à primeira etapa, mas foi ter sua melhor oportunidade apenas nos acréscimos com o zagueiro Zé Marcos. Ele, que entrou na vaga de Luan Silva, desviou levantamento de Valdívia após cobrança de falta, e viu o goleiro Matheus Mendes tocar na bola para salvar o time alagoano. Ela ainda acertou a trave. Já o Azulão, nem mesmo com o artilheiro do Brasil Paulo Sérgio, com 20 gols, conseguiu anotar o tento e levar mais dois pontos para Maceió.

Leão da Ilha sofre com Covid-19

Antes do jogo, nos exames obrigatórios em razão do protocolo médico da CBF, o Avaí teve quatro jogadores com resultados positivos para Covid-19, sendo um deles titular: o volante Jean Martim. Os demais com o vírus ativo são: o zagueiro Eduardo Kunde, o volante Leandrinho e o atacante Jonathan. Além deles, o clube registrou outro caso na comissão técnica: o auxiliar Bruno Gonçalo.