Argentina e França disputam o tricampeonato em final inédita da Copa do Mundo

COMPARTILHE !!
Por: Jovem Pan  Data: 18/12/2022 às 08:53
Imagem: Reprodução/Efe

Argentina e França disputam neste domingo, 18, a grande final da Copa do Mundo do Catar. A partida começará às 16 horas (horário de Brasília), no Lusail Stadium. Ambas conquistaram o título Mundial duas vezes na história e tentam o tricampeonato em final inédita.

A Argentina ergueu a taça em 1978 e 1986. Já a França ficou com os títulos de 1998 e 2018, ano em que os dois países se enfrentaram pelas oitavas de final. Na melhor partida da edição passada, os franceses venceram os argentinos por 4 a 3. A Alviceleste disputará sua sexta final de Copa do Mundo: ficou com o vice em 1930, 1990 e 2014.

Entre as seleções que mais vezes jogaram a decisão do Mundial, os “hermanos” estão atrás somente de Alemanha e Brasil, com oito e sete finais, respectivamente. A seleção francesa está na sua quarta final. Além dos títulos mencionados, a equipe ficou com o vice-campeonato em 2006. No clima da grande final, a Jovem Pan relembra os dois títulos das finalistas da edição de 2022. Confira:

Argentina 3 x 1 Holanda – 1978
O primeiro título Mundial dos “hermanos” foi justamente quando o país sul-americano organizou o Mundial. E teve polêmica. A Alviceleste avançou para a final após derrotar o Peru por 6 a 0, resultado que eliminou a seleção brasileira. Para chegar na decisão, os argentinos precisavam de uma vitória por pelo menos quatro gols de diferença e por isso o resultado levantou uma suspeita de combinação de resultados. A atuação do goleiro Queiroga é tida pelos brasileiros como suspeita. Na final, a Argentina encarou a Holanda. Durantes os 90 minutos, os times ficaram no 1 a 1. Na prorrogação, a seleção sul-americana marcou dois gols e ficou com o título.

Argentina 3 x 2 Alemanha Ocidental – 1986
A última conquista de Copa do Mundo da Alviceleste foi há 36 anos, no segundo Mundial disputado no México. Diego Armando Maradona foi o grande destaque da equipe naquela edição. Marcou cinco gols, dois deles contra a rival Inglaterra pelas quartas de final: um feito com a mão, episódio conhecido como “La Mano de Díos” (A Mão de Deus). O outro, um dos gols mais bonitos da história dos Mundiais, onde ídolo deixou quatro marcadores mais o goleiro inglês para trás e marcou um golaço. Na final, a adversária foi a Alemanha Ocidental. Maradona não balançou as redes, mas deu a assistência derradeira para Burruchaga. A Argentina venceu por 3 a 2 e faturou o bicampeonato.

Brasil 0 x 3 França – 1998
Assim como sua oponente deste domingo, a França conquistou sua primeira Copa do Mundo em casa. E o adversário da final foi justamente o Brasil, comandado pelo técnico Zagallo. Zidane, duas vezes, e Petit, balançaram as redes e venceram por 3 a 0, ficando assim com o primeiro título. Um fato que chamou a atenção na época foi o nome de Ronaldo não ter aparecido na escalação divulgada antes da partida. Pouco tempo depois, o nome do craque passou a estar entre os 11 titulares. Após a final, foi informado que Ronaldo sofreu uma convulsão em quarto do hotel onde a seleção brasileira estava hospedada. Ele chegou a ser levado para uma unidade de saúde. Mesmo assim, ele compareceu ao estádio pouco tempo depois e foi para o jogo.

França 4 x 2 Croácia – 2018
Repleta de craques, a França chegou para a disputa do Mundial de 2018 como uma das favoritas ao título. Dentro das quatro linhas, os franceses confirmaram o favoritismo. Foram seis vitórias e um empate. Foi a primeira Copa do Mundo de Mbappé, principal estrela da equipe neste ano e que certamente entrará em campo neste domingo. Na campanha vitoriosa de 2018, franceses e argentinos fizeram a melhor partida daquela edição: a França eliminou a Argentina depois de uma vitória por 4 a 3. A final foi contra a surpreendente Croácia por 4 a 2, e taça ficou com a França pela segunda vez na história.