Andressa Urach solicita parte de faturamento da Universal na Justiça

COMPARTILHE
Por: Noticias ao Minuto  Data: 16/08/2021 às 14:21
Fonte de Imagem: Reprodução

Modelo processou a Igreja Universal em novembro de 2020

Nesta segunda-feira (16), a colunista Fabia Oliveira, do jornal 'O DIa', revelou que a ex-Miss bumbum Andressa Urach teve um pedido liminar indeferida pela Justiça do Rio Grande do Sul. A modelo processou a Igreja Universal em novembro de 2020.

De acordo com a publicação, Urach exigia que a igreja fosse obrigada, através de liminar, a depositar cerca de 15% do seu faturamento , limitado a R$ 12 mil por mês para Urach, enquanto a ação principal não fosse julgada.

A 13ª Vara Cível de Porto Alegre, que analisou ocaso, entendeu que "para fins de concessão da medida cautelar requerida, é necessário que haja elementos que evidenciem a probabilidade do direito e o perigo na demora da prestação jurisdicional. A medida deve serindeferida", destaca trecho da decisão.

"Dessa forma, descabe a medida cautelar pretendida pela parte autora (Andressa), que consiste em espécie de 'pensão' em valor equivalente aos seus rendimentos mensais postulada em face da parte ré (Universal). Isso porquea discussão acerca da validade dos negócios jurídicos celebrados com a parte ré demanda a regular dilação probatória (aumento do prazo para produção de novas provas) e o exercício do contraditório mormenteem face da ausência, inclusive, de indicação e impugnação específica de cada doação reputada nula pela parte autora", relata.

A modelo alega que fez doações que chegam a R$ 2 milhões para a igreja e quer o dinheiro de volta. Além disso, Andressa Urach relata perdas financeira também por ter sido demitida pela TV Record após deixar a igreja.