Alagoas se aproxima de 20 mil casos de Coronavírus

COMPARTILHE
Por: Ascom SESAU/AL  Data: 11/06/2020 às 17:02
Fonte de Imagem: DR

O Boletim Epidemiológico desta quinta-feira (11) confirma mais 1.024 casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 19.200 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 6.008 estão em isolamento domiciliar e 332 internados em leitos públicos e privados. Outros 12.177 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 2.104 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais 21 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 681 óbitos por Covid-19.

Mais 21 óbitos foram confirmados, laboratorialmente, por causa do novo Coronavírus. Seis vítimas residiam em Maceió e todos eram homens, com idades de 63, 75, 60, 63, 60 e 28 anos. O homem de 63 anos era cardiopata e faleceu no Hospital Veredas; o homem de 75 anos era cardiopata, hipertenso e diabético e faleceu no Hospital Maceió; o homem de 60 anos também era cardiopata, hipertenso e diabético e faleceu no HGE; a vítima de 63 anos era portador de doenças cromossômicas e faleceu na UPA Jacintinho; o homem de 60 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE; e o homem de 28 anos tinha epatopatia crônica e faleceu no HGE.

A Covid-19 vitimou mais 15 pessoas que moravam no interior do Estado, sendo 11 homens e quatro mulheres. O homem de 61 anos, que residia em Roteiro, era diabético e faleceu na Santa Casa de São Miguel; o homem de 67 anos que residia em Teotônio Vilela não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE; o homem de 63 anos, que morava em Coruripe, também não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Carvalho Beltrão; a vítima de 19 anos morava em Girau do Ponciano, tinha imunossupressão como comorbidade e faleceu no Hospital Veredas; o homem de 71 anos que morava em Coqueiro Seco não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE; o homem de 81 anos também não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE; o homem de 49 anos, que morava em São Miguel dos Milagres, não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE; a vítima de Murici tinha 73 anos, não tinha comorbidades e faleceu no HGE; o homem de 64 anos que morava em Boca da Mata também não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Djacy Barbosa; o homem que morava em Pilar tinha 69 anos, também não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE; e o homem de 38 anos que residia em Taquarana também não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Daniel Houly.

Em relação às vítimas do sexo feminino, a mulher de 78 anos que residia em Rio Largo, era hipertensa e diabética, e teve óbito registrado na Santa Casa de Maceió; a mulher de 76 anos, que morava em Cajueiro, não tinha registro de comorbidades e faleceu no HGE; a mulher que morava em São José da Laje, tinha 59 anos, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Sanatório; e a vítima de 67 anos morava em São Luís do Quitunde, era diabética e faleceu no HGE.