Alagoano Nícolas Silva participa da terceira eliminatória do Prelúdio

COMPARTILHE !!
 Data: 08/11/2019 às 09:05
Imagem: Reprodução

Reality show com jovens talentos da música clássica vai ao ar no domingo

Sobe ao palco do Prelúdio, reality show com jovens talentos da música clássica, no domingo, dia 10 o violonista alagoano, de Maceió, Nícolas Silva, de 22 anos, apresentando a composição de Mario Castelnuovo -Tedesco, Concerto para violão n° 1 em ré, 1° movimento, allegretto.

Silva é licenciando em música pela Universidade Federal de Alagoas. Começou seus estudos com seu pai, o professor de música Marcos Silva, aos 8 anos e, atualmente, é orientado por Fabio Zanon. Nesses anos de carreira, adquiriu experiência dando aulas, recitais, workshops e, principalmente, se dedicando a executar obras de renomados compositores nacionais e internacionais da música clássica.

Nacionalmente conhecido após se apresentar no programa Domingão do Faustão, em 2008, o músico tem atuado como solista em diversos estados do País. Recebeu premiações em concursos nacionais como o prêmio de Músico Revelação no IV Concurso Jovens Músicos – Música no Museu e fez sua estreia, em 2016, em um dos mais importantes projetos de música clássica do Brasil, o Movimento Violão.

Nícolas tem feito masterclass com renomados violonistas do cenário internacional, como os alemães Franz Halasz e Steffen Ahrens, o belga Johan Fostier, o italiano Davide Giovanni Tomasi e o brasileiro Paulo Martelli. Foi bolsista nas edições 47º e 48º do maior festival de música clássica da América Latina, o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, tendo participado, nesta última edição, da estreia nacional da obra Pentimento da compositora russa Sofia Gubaidulina.

Apresentado por Roberta Martinelli e pelo maestro Júlio Medaglia, que também assina a direção musical do programa, Prelúdio contará com mais uma eliminatória no domingo (17/11), pela TV Cultura, às 11h. E a grande final será no dia 24 de novembro na Sala São Paulo, com transmissão ao vivo, pela TV Cultura.

E o vencedor ganhará uma bolsa de estudos na Academia Franz Liszt, em Budapeste, na Hungria, uma das mais importantes escolas de música do mundo. O prêmio é oferecido pelo Consulado da Hungria.