Agência cobra esclarecimentos sobre preços de combustíveis a distribuidoras

COMPARTILHE
Por: Array / AlagoasWeb com informações da ANP  Data: 01/12/2018 às 09:30
Fonte de Imagem: AlagoasWeb/Imagem de arquivo

Distribuidoras tem 15 dias para responder porque o valor menor não chegou nas bombas

A Agência Nacional do Petróleo – ANP, cobrou essa semana (dia 27), esclarecimentos às empresas distribuidoras sobre os preços dos combustíveis. Distribuidoras tem um prazo máximo de 15 dias para responder porque o valor menor não chegou nas bombas.

Após constatar a redução significativa de preços da gasolina A pela Petrobras, sem que essa decisão tenha chegado ao consumidor final, a Agência vem adotando medidas para dar maior transparência à formação de preços e cobrando informações dos agentes.

Apenas R$ 0,04 foram repassados ao consumidor final depois das últimas reduções de preços realizada pela Petrobras no período de 11 a 17/11.

A partir de valores divulgados pela estatal, (gasolina A) e Cepea/Esalq (etanol), o valor da gasolina C*, que estava, na média nacional, em R$ 2,1381, no dia 18 de setembro, tinha se reduzido para R$ 1,6761 em 17 de novembro, segundo cálculos da ANP.

Nos dois últimos meses foi confirmada uma queda de aproximadamente R$ 0,51 no preço da gasolina C*, no entanto, só cerca de R$0,26 foi repassado pelas distribuidoras. A situação fica ainda pior quando analisada pelo consumidor final, que constatou, na bomba, apenas redução de 10 centavos.

*Valor calculado pela ANP composto de 73% do preço da gasolina A (preço Petrobras de venda às distribuidoras) + 27% do preço do etanol. O valor não considera tributos. Esclarecemos que a gasolina A é a gasolina pura, que sai da refinaria, e a gasolina C é a gasolina A com adição do percentual de etanol anidro definido na legislação (atualmente, 27%).