6 coisas que você deveria parar de fazer com seu notebook

Por: Olhar Digital  Data: 22/04/2023 às 20:22
Imagem: Reprodução

O notebook costuma ser uma máquina muito adquirida por usuários que nunca haviam comprado um computador antes, e isso se deve pelo baixo custo de alguns modelos e pela possibilidade de levar o periférico para quase qualquer lugar. Contudo, a portabilidade do item pode enganar muitas pessoas e fazê-las pensar que alguns hábitos não impactam negativamente no funcionamento da máquina. Por isso, separamos uma lista com sete coisas que você deveria parar de fazer com seu notebook.

1. Apoiar o notebook em superfícies de tecido
O interior do notebook, assim como em várias outras máquinas, abriga uma série de dispositivos que esquentam conforme o usuário utiliza o sistema. Por isso, a fim de não influenciar no superaquecimento, os desenvolvedores inseriram no design algumas saídas de ar para que a temperatura elevada das peças do computador possa ser levemente resfriada conforme o ar quente é ventilado para fora da máquina.

Publicidade

Dito isso, o recomendado é fazer o uso da máquina em superfícies lisas e duras, como mesas e bancadas. Apoiar o notebook no colo, na cama, em travesseiros ou sofás pode contribuir para a máquina aquecer, pois os tecidos acabam preenchendo os orifícios do design e impedem que o ar quente saia do eletrônico. Este hábito pode causar danos sérios às peças do aparelho, comprometer o seu desempenho, diminuir a vida útil do laptop e ainda queimar o usuário em virtude da alta temperatura da máquina.

2. Transportar o laptop sem tê-lo desligado adequadamente
O notebook só deve ser transportado quando estiver completamente desligado e após as saídas de ar serem resfriadas. Isso porque o ambiente dentro de uma mochila ou case não fornece a ventilação correta para o eletrônico que ainda está quente, o que pode acarretar em um caso de superaquecimento da máquina, comprometendo as peças. Além disso, alguns modelos de HD detém uma engenharia de construção que pode ser prejudicada quando o notebook –– ainda ligado –– realiza movimentos bruscos: as peças do HD podem se movimentar e quebrar, ou simplesmente afetar o armazenamento interno e impedir que os dados sejam acessados no futuro.

3. Não limpar a tela e o teclado
Há diversas substâncias ou contextos que podem comprometer a saúde do eletrônico e é importante estar atento a elas para evitar que destruam a máquina. Duas coisas simples de realizar é manter o teclado e a tela do notebook limpos: o excesso de oleosidade, poeira, pó, detritos, comida, líquidos, etc., podem se acumular na superfície das peças e diminuir a qualidade na experiência de uso do item.

Por isso, o ideal é realizar uma limpeza semanal ou quinzenal da tela e do teclado. O usuário pode começar com um pincel para tirar o excesso da poeira das teclas e umedecer um pouco de álcool isopropílico a 70% em um pano úmido para limpá-las. Este álcool também pode ser utilizado na tela.

4. Armazenar a máquina em locais inadequados
O notebook precisa ser hospedado em local “neutro” para evitar o comprometimento da máquina à curto ou longo prazo. Isso significa que lugares com temperaturas extremas (sejam altas ou baixas), alto nível de umidade, pouca ventilação, ou próximo de aparelhos com alto índice de campos magnéticos podem pifar a máquina. Cômodos com alta exposição solar ou à chuva também contam como inadequados e devem estar longe dos laptops.

5. Utilizar fontes de energia piratas
O mais adequado para recarregar o seu aparelho é utilizar a fonte de energia que veio com ele na embalagem. Contudo, caso ela tenha sido comprometida de alguma forma, é indicado comprar uma fonte original que obedeça às especificações técnicas do seu modelo e fabricante. Há diversas lojas confiáveis –– tanto físicas quanto online –– que disponibilizam fontes recomendadas pelas fabricantes oficiais.

Utilizar fontes piratas pode comprometer diretamente a saúde do seu dispositivo e a sua segurança, pois são grandes as chances de o notebook não carregar adequadamente ou a fonte superaquecer e pegar fogo. Isso acontece porque estes produtos não passaram por testes de qualidade para avaliar a sua performance, o que torna o seu uso algo perigoso.

6. Pressionar a tela
Quem costuma transportar o notebook dentro da mochila com frequência já deve ter se deparado com uma cena interessante: abrir o laptop e encontrar objetos presos entre o teclado e a tela. Essa pressão dos objetos sobre a tela pode causar rachaduras, manchas ou até quebrar a superfície, o que diminui a vida útil do aparelho e compromete a experiência do usuário. Por isso, adquira uma case para proteger o seu notebook antes de transportá-lo dentro de uma mochila.