5G! Quem tem antena parabólica terá que trocá-la

COMPARTILHE
Por: Oficina da Net  Data: 17/09/2022 às 08:12
Fonte de Imagem: Ilustração

Com a chegada do 5G Standalone no Brasil, algumas frequências que utilizamos para comunicação vão precisar ser ajustadas e outras até encerradas. Dentre as mais afetadas estão as antenas parabólicas para transmissão da TV aberta. Considerando que muita gente ainda utiliza este sistema, separamos algumas opções para você continuar conectado com a TV aberta, porém de formas muito mais modernas.

Antena digital
Se você procura por uma alternativa mais barata, a antena digital é a melhor opção. Sua instalação é bem mais prática do que uma parabólica e geralmente você pode encontrar modelos em torno de R$ 100 a R$ 250. Esses modelos estão disponíveis em três opções:

  • Antena interna: pequenas e discretas que podem ser instaladas dentro de casa, geralmente em um local próximo a uma janela;
  • Antena externa: equipamento um pouco maior, instalado no lado externo da casa;
  • Antena coletiva: opção muito utilizada em prédios e condomínios já que é possível distribuir o sinal para vários televisores através de cabos.
Antenas digitais interna e externa
Antenas digitais interna e externa

Mas atenção: para utilizar essa tecnologia, é preciso morar numa região em que há boa qualidade dos sinais HDTV, VHF, FM e UHF. Se sua região não possui o mínimo sinal necessário, você enfrentará problemas para assistir aos canais de forma estável e outros não devem nem funcionar. Neste caso, é melhor optar por outras alternativas desta lista.

Parabólica digital
Mantendo o mesmo formato, mas alterando a forma de transmissão, o sistema de parabólica digital é a opção mais recomendada. A antena digital é menor que a parabólica comum e oferece uma transmissão com maior nitidez de imagem. Sua sintonização é baseada na Banda Ku do satélite Starone D2.

Se optar por essa alternativa, uma sugestão são os equipamentos oferecidos pela Century e Elsys oferecem acesso gratuito aos canais de TV aberta e tem um custo a partir de R$ 500, dependendo do kit escolhido.

Parabólica Digital da Century (Reprodução: Century)
Parabólica Digital da Century (Reprodução: Century)

Mas se você faz parte de algum programa do Governo Federal, poderá receber o kit digital gratuitamente através do Siga Antenado, instituição não governamental e sem fins lucrativos criada pelas principais operadoras do país. Para isso, basta ser inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), confirmar a posse de uma antena parabólica em casa, ativa e conectada à TV e solicitar seu kit gratuito através do site do Siga Antenado.

TV por assinatura
Outra opção para substituir a antena parabólica é aderir um plano de TV por assinatura. Por oferecerem o serviço via DTH, isto é, por meio de satélite, essa opção atende bem os usuários que moram em regiões onde as antenas digitais ou outras tecnologias não funcionam.

A grande desvantagem desta alternativa está no seu alto custo, já que geralmente o cliente precisa pagar pelo equipamento, o que inclui antena, decodificador e controle remoto, além do próprio catálogo de canais abertos e fechados. Por causa disso, cada vez menos brasileiros têm procurado planos de TV por assinatura.

A SKY é uma das empresas que fornece serviços de TV por assinatura (Reprodução: SKY)
A SKY é uma das empresas que fornece serviços de TV por assinatura (Reprodução: SKY)

No geral, os planos de TV por assinatura mais baratos dão acesso a todos os canais da TV aberta e alguns da TV fechada por um valor mensal de pelo menos R$ 100. Se quiser ter todos os canais da TV fechada, como os de filmes, séries, desenhos, esportes, adultos e outros gêneros, o valor pode chegar R$ 450 a R$ 500 por mês.

IPTV ou TV via streaming
A chegada do 5G do Brasil deve impulsionar diversas tecnologias já presentes no mercado, o que inclui as plataformas de streaming, agora com uma menor taxa de latência. Se optar por esse serviços, conhecidos também como IPTV, você pode acessar canais da TV aberta de forma gratuita ou, se preferir, pagar para ter acesso a canais fechados.

Dentre os gratuitos você pode usar o site ou aplicativo Globoplay para assistir a Globo, o PlayPlus para assistir a Record TV, o BandPlay para assistir a Band e assim por diante. Aplicativos como o KODI podem usar listas gratuitas de IPTV para acessar todos esses canais, bem como outras emissoras menores. A Pluto TV, Soul TV e Plex TV são outras opções de plataformas de IPTV gratuitas que oferecem uma programação original e estão disponíveis para diversos dispositivos.

A Pluto TV tem diversos canais, tudo de forma gratuita (Reprodução: Pluto TV)
A Pluto TV tem diversos canais, tudo de forma gratuita (Reprodução: Pluto TV)

Mas se optar por serviços pagos, o Claro tv+ box e os aplicativos DirecTV GO e Guigo TV prometem fornecer o serviço de canais pela internet, com a mesma experiência de uma TV por assinatura, porém bem mais barato. Por exemplo, o DirecTV Go oferece até 70 canais por apenas R$ 79,90 mensais. E o melhor: você não precisa se preocupar com qualidade de sinal, basta ter uma conexão estável com a internet.