Entenda o exame de densitometria óssea!

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Fotos: Reprodução/Divulgação 

O exame de densitometria óssea permite medir a densidade mineral dos ossos.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Ela é usada para diagnosticar e avaliar a saúde óssea, identificando a presença de osteoporose ou risco de fraturas.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Esse exame é particularmente relevante para mulheres na pós-menopausa, pois elas têm maior propensão à perda óssea.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Também é recomendado para homens e mulheres mais velhos, especialmente se apresentam fatores de risco para doenças ósseas.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Pessoas com histórico de fraturas ou condições médicas que afetam a densidade óssea também podem se beneficiar da densitometria óssea.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Geralmente, é recomendado iniciar o exame após os 65 anos, mas em alguns casos, pode ser necessário mais cedo, dependendo dos fatores de risco.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Consulte um profissional de saúde para determinar o momento adequado para realizar a densitometria óssea com base em sua saúde e histórico médico.

Criação:  Isabel Santos

Imagens:  Divulgação

Imagens:  Divulgação