'El Niño' resultará em altas temperaturas, escassez de chuvas e a formação de furacões.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Fotos: Reprodução/Divulgação 

A alta nos preços das commodities resulta de fatores climáticos, incluindo o fenômeno "El Niño".

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Ben Laidler, estrategista da eToro, alerta para os impactos do "El Niño" nas tendências climáticas e econômicas.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

As perturbações climáticas causadas pelo "El Niño" afetam commodities, com restrições no Canal do Panamá e intensificação de furacões.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

O "El Niño" atual é previsto para durar até o próximo ano, com risco de ser historicamente forte.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

O fenômeno contribuiu para a pior seca da história do Panamá, afetando o comércio marítimo global.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

O "El Niño" desafia as previsões, impactando a temporada de furacões no Atlântico e elevando riscos para gasolina, GNL e seguros nos EUA.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

A imprevisibilidade do "El Niño" aumenta a probabilidade de uma temporada de furacões acima da média.

Criação:  Aléxia Silveira

Imagens:  Divulgação

Imagens:  Divulgação