Ameaças associadas aos superestímulos de telas para crianças

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Fotos: Reprodução/Divulgação 

As crianças hoje em dia estão cada vez mais expostas às telas!

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Com isso, eles enfrentam a possibilidade de hiperestimulação, um cenário que pode acarretar consequências de curto e longo prazo para seu desenvolvimento cognitivo e emocional.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Ouso exagerado de telas desde os primeiros anos de vida pode comprometer ou até mesmo substituir fases e práticas essenciais para o progresso evolutivo das crianças.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Quando o tempo de exposição às telas excede as recomendações, há uma tendência de que atividades como brincadeiras,

Fotos: Reprodução/Divulgação 

diálogos presenciais, contato físico e práticas de interação social sejam substituídas e prejudicadas.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

Essas atividades são de extrema necessidade para um desenvolvimento completo da criança.

Fotos: Reprodução/Divulgação 

O excesso de telas ainda pode causar: ansiedade, socialização comprometida, prejuízos para o sono e imediatismo. Todo cuidado é pouco!

Criação:  Aléxia Silveira

Imagens:  Divulgação

Imagens:  Divulgação