A ascensão da China como potência econômica e tecnológica mundial

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

A China, ao anunciar em Davos, informou que registrou um crescimento de 5,2% em seu PIB no ano de 2023, mesmo enfrentando os impactos da pandemia e das sanções dos EUA. 

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

O país asiático se tornou o maior exportador de carros e teve um terço dos expositores na CES, a maior feira de eletrônicos do mundo.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

A China deve passar os EUA como a maior economia do mundo em 2028, cinco anos antes do previsto pelo CEBR, um centro de estudos britânico.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Também deve se tornar um país de “alta renda” em 2023, segundo o vice-presidente do CEBR, Douglas McWilliams.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

O país combina controle centralizado com uma economia de mercado livre em algumas áreas, como a manufatura avançada.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Enfrentando a concorrência de outras economias emergentes, como a Índia, que deve ser a terceira maior economia do mundo em 2030.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

A China e os EUA têm uma rivalidade econômica e diplomática, que pode afetar o equilíbrio de poder global.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Criação:  Aléxia Silveira

Imagens:  Divulgação

Imagens de celebridades:  Instagram Outras Imagens: Banco de imagens