Vendas no varejo caem 3,9% em novembro em Alagoas

COMPARTILHE !!
Por: Ascom IBGE  Data: 12/01/2023 às 15:45
Imagem: AlagoasWeb/Arq

O volume de vendas do comércio varejista recuou 3,9% em Alagoas no mês de novembro. Esse resultado representou a maior queda em pontos percentuais entre os meses de 2022: julho (2,3%), setembro (0,9%) e junho (0,5%) também apresentaram recuo. As informações são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nessa quarta-feira (11) pelo IBGE.

Em relação a novembro de 2021, as vendas no varejo cresceram 1,8% em Alagoas. Nos últimos 12 meses, houve avanço de 5,5%.

No Brasil, as vendas no comércio varejista no país recuaram 0,6% na passagem de outubro para novembro do ano passado. Nessa comparação, é a primeira vez que o varejo fica no campo negativo desde julho de 2022 (-0,2%). Com isso, o setor se encontra 3,6% abaixo do maior nível da série, registrado em outubro de 2020, e 2,6% acima do patamar pré-pandemia, de fevereiro do mesmo ano. No acumulado de janeiro a novembro, o varejo avançou 1,1% e, nos últimos 12 meses, 0,6%.

Das oito atividades pesquisadas, seis tiveram resultados negativos em novembro. As principais influências sobre o índice geral vieram de Combustíveis e lubrificantes (-5,4%) e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-3,4%).

Para o gerente da pesquisa, Cristiano Santos, um dos fatores que explicam o resultado negativo do setor de combustíveis é a inflação. “Novembro foi o primeiro mês em que os preços dos combustíveis voltaram a crescer após uma sequência de deflação que se iniciou em julho do ano passado. Isso impactou as receitas das empresas. Outro ponto é que novembro não é um mês de grandes movimentos nos transportes, já que as famílias costumam esperar para viajar em dezembro”, explica.

Vendas no comércio varejista ampliado recuam 5,6% em Alagoas
Em Alagoas, o volume de vendas do comércio varejista ampliado, que integra também as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, registrou queda de 5,6% em novembro. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve alta de 1,9%. Nos últimos 12 meses, o comércio varejista ampliado cresceu 2,6%.

Sobre a pesquisa
A Pesquisa Mensal de Comércio produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do comércio varejista no país e traz resultados mensais da variação do volume e receita nominal de vendas para o comércio varejista e comércio varejista ampliado (automóveis e materiais de construção) para o Brasil e unidades da federação. A técnica de coleta é o – Questionário eletrônico autopreenchido (CASI) e a Entrevista pessoal com questionário em papel (PAPI).