SESAU atualiza números do Coronavírus em Alagoas

COMPARTILHE
Por: Ascom SESAU/AL  Data: 27/06/2020 às 08:16
Fonte de Imagem: Claudio Furlan/LaPresse via AP

O Boletim Epidemiológico da sexta-feira (26) confirma mais 799 casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 32.864 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 7.238 estão em isolamento domiciliar e 268 internados em leitos públicos e privados. Outros 24.380 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 3.855 casos em investigação laboratorial. Foram registradas mais 17 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 975 óbitos por Covid-19.

Mais 17 mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus. Seis vítimas residiam em Maceió, sendo cinco homens, com idades de 69, 69, 20, 80, e 72 anos; e uma mulher de 67 anos. O homem de 69 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Medradius; outro homem de 69 anos era diabético e hipertenso e faleceu no Hospital Maceió; o homem de 20 anos não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Sanatório; o homem de 80 anos era hipertenso e diabético e faleceu no Hospital da Mulher; e o homem de 72 anos era hipertenso e faleceu no Hospital Maceió. A mulher de 67 anos era diabética, hipertensa e cardiopata e faleceu na Santa Casa de Maceió.

A Covid-19 vitimou mais onze pessoas que moravam no interior do Estado, sendo seis homens e cinco mulheres. O homem de 51 anos que morava em Maribondo não tinha registro de comorbidades e faleceu na UPA de Palmeira dos Índios; o homem de 102 anos, que residia em Maravilha, também não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Clodolfo Rodrigues; o homem de 51 anos, de Santana do Mundaú, era etilista e faleceu em sua residência; o homem de 87 anos, de Arapiraca, tinha doença respiratória crônica e doença cromossômica de fragilidade imunológica e faleceu no Hospital Helvio Auto; o homem de 61 anos, de São Luís do Quitunde, era diabético e faleceu no Hospital Metropolitano; e o homem de 48 anos, de Boca da Mata, era hipertenso e faleceu no HGE.

Em relação aos óbitos do sexo feminino, a mulher de 70 anos era de Lagoa da Canoa, tinha hipertensão e faleceu no Hospital Chama; a vítima de 78 anos era de Limoeiro de Anadia, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Regional de Arapiraca; a mulher de 48 anos morava em Teotônio Vilela, era diabética e faleceu no Hospital Helvio Auto; a vítima de 31 anos era de Rio Largo, não tinha registro de comorbidades e faleceu no Hospital Universitário; e a mulher de 28 anos era da Barra de Santo Antônio, não tinha registro de comorbidades e faleceu na UPA Jacintinho.