blog

Imagem de Autor

Viva+

Orcilene Maria

Qual a relação entre a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos?

COMPARTILHE Whatsapp Facebook Twitter Data: 09/12/2021
Fonte de Imagem: Ilustração Google

Se seu objetivo é ter um corpo saudável e cheio de disposição, equilíbrio é a palavra – chave. Pois, nem a alimentação cheia de restrições, nem uma rotina de treinos exaustivos garantem os resultados desejados.

Para ter ganhos em qualidade de vida, a alimentação saudável aliada com a prática de exercícios físicos anda de mãos dadas. Afinal, ambas não são apenas itens fundamentais para o funcionamento adequado do organismo, como tem grande influência entre si. Por isso é recomendável ter uma alimentação equilibrada para o bom desempenho em qualquer atividade física. Sendo a alimentação um dos fatores mais importantes para garantir esses resultados desejados.

É importante saber que a nutrição correta garante os melhores resultados para os seus treinos, pois a mesma auxilia no período de recuperação, diminuindo também os riscos de lesões, além de reduzir a fadiga. É essencial ressaltar que quando o indivíduo ou o atleta praticante da atividade física não se alimenta bem e de forma certa, o mesmo fica correndo riscos de prejudicar a recuperação muscular após os exercícios e também podendo desenvolver carências nutricionais.

Conheça a importância de cada grupo alimentar:

  • Carboidratos: O mesmo é ummacronutriente diretamente relacionado ao desempenho físico, sendo ele a principal fonte de energia utilizada durante a prática de exercícios físicos. Armazenado nos músculos e no fígado em forma de glicogênio.

  • Gorduras:   Apesar de ser vista como vilãs na dieta saudável, são indispensáveis na nossa alimentação, desde que sejam consumidas na medida certa. As gorduras são essenciais para absorção de outras vitaminas, participando também de uma série de processos no nosso metabolismo, como exemplo, na produção de hormônios. Importante ressaltar que existem dois tipos de gorduras: saturadas e insaturadas.

  • Proteínas:  Encontradas em alimentos de origem vegetal e animal, quando consumidas elas são quebradas em aminoácidos e então é absorvida pelo intestino. E a partir dessa absorção, os aminoácidos são direcionados para suas funções como, o crescimento e reparação da pele, formação dos tecidos conjuntivos, participação da saúde óssea entre outras.

  • Vitaminas e Minerais: As vitaminas e os minerais fazem parte basicamente de todas as reações químicas do nosso metabolismo, pois o consumo desses nutrientes deve ser priorizado. Os micronutrientes como são também conhecidos, auxiliam no bom funcionamento do sistema imune, capacidade de cicatrização, produção de colágeno, ações antioxidantes entre outros processos.

Sendo assim, como vimos mais acima a importância que cada grupo alimentar tem no nosso organismo e na nossa saúde, não há necessidades de excluir nenhum grupo alimentar da sua rotina. Pois a alimentação saudável é indispensável para as atividades físicas, devendo sempre ser acompanhada por um nutricionista. Assim, as necessidades nutricionais serão prescritas   conforme a atividade praticada. E não esquecendo que a prática de exercícios físicos deve ser acompanhada por um profissional da área.

No entanto, o consumo calórico é preciso ser ajustado para que não prejudique a performance e nem a composição corporal de quem pratica a atividade física. Manter o equilíbrio e a proporção entre massa magra e a gordura através de uma rotina saudável, garante uma melhor qualidade de vida a longo prazo. Prevenindo uma série de patologias, como exemplo, as doenças crônicas não transmissíveis. Assim, independente do seu objetivo ao praticar atividades físicas, é recomendável o acompanhamento de um nutricionista. O mesmo irá avaliar quais nutrientes farão parte da sua rotina alimentar, e qual a forma mais saudável de atingir suas metas.

#FicaaDica

Não utilizem suplementos alimentares sem orientações de um profissional de nutrição.