Prefeito de São Miguel dos Campos anuncia aumento acima da inflação para o funcionalismo público

Pedoca garantiu que aumento será valido para o pagamento do mês de março

COMPARTILHE
Por: AlagoasWeb  Data: 11/03/2020 às 14:50
Fonte de Imagem: AlagoasWeb
Pedoca garantiu que aumento será valido para o pagamento do mês de março

O prefeito de São Miguel dos Campos, Pedro Ricardo Jatobá (Pedoca), anunciou nesta quarta-feira (11), durante entrevista ao radialista Procópio Lima, do Programa Noticias da Tarde, na Rádio Caeté FM 104,9, que vai dar aumento ao funcionalismo público municipal este mês.

A novidade chega com uma surpresa para os colaboradores do município, “o aumento será acima da inflação, superior a 5%”, afirmou o gestor.

Durante a entrevista, o prefeito lembrou que o país passa por muitas dificuldades, mas que após ajustes nas costas, o município tem conseguido construir com recursos próprios, pagar a folha em dia e manter os compromissos, “com muito esforço e apoio dos funcionários, estamos trabalhando para melhorar ainda mais”, completou.

Pedoca falou sobre os investimentos que o município tem feito na Educação e na Saúde, “quem mais ganha com tudo que vem sendo feito é a população, são ruas e bairros revitalizados, escola reerguidas e recebendo nossos alunos e professores como deve ser, com conforto e qualidade”, disse.

O prefeito lembrou, ainda, que hoje o município tem um atendimento diferenciado na área de Saúde, “através de parcerias, hoje temos atendimento a noite e nos finais de semana”, acrescentou.

O gestor afirmou que as obras de calçamento na parte alta da cidade já estão sendo retomadas, “como prometemos, vamos concluir a pavimentação dos Hélios”, e falou sobre segurança, “nossa Guarda Municipal recebeu novos fardamentos e coletes balísticos, duas novas viaturas estão chegando e uma base será construída próximo a UPA, para atender aquela região”, afirmou.

Pedoca encerrou lembrando que com o aumento, o município vai receber uma injeção significativa na economia, “aproximadamente R$ 1.200 milhões por ano”, concluiu.