Polícia Federal deflagra operação contra advogados fraudadores do LOAS em Alagoas

COMPARTILHE !!
Por: Com PF-AL  Data: 22/11/2022 às 10:28
Imagem: AlagoasWeb/Arquivo

A Polícia Federal em Alagoas deflagrou, nesta terça, dia 22, a Operação Control C + Control V, que deu cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão deferidos pela 13° Vara Federal de Alagoas, no interesse de investigação criminal que tem como objetivo coibir fraudes contra a seguridade e previdência social.

A investigação teve início há aproximadamente 2 meses, a partir de indícios do uso, por um advogado do estado de Alagoas, do mesmo conjunto documental (comprovantes de endereço e fotografias residenciais, via de regra) para instrução de processos movidos por autores diversos, inicialmente sempre patrocinados por um mesmo advogado, que tinha como objetivo demostrar a vivência da situação de miserabilidade, um dos prérequisito para obtenção de amparos sociais garantidos pela Lei Organização da Assistência Social – LOAS, bem como para bular a regra territorial de competência jurisdicional de acordo com sua conveniência, além de outras fraudes.

A investigação sofreu ampliação para alcançar eventual partícipes (dentre os quais outro advogado), que podem ter colaborado com as condutas sob investigação.

Aproximadamente 50 processos com as fraudes sob investigação já foram identificados, mas esse úmero ainda pode ser ampliado exponencialmente no decorrer das investigações.

Os prejuízos causados ao erário ainda não foram consolidados e dependem de uma ampla revisão de todos os processos patrocinados pelos advogados envolvidos, que ficarão sem o direito de exercer a advocacia, por tempo indeterminado.

Ao todo 25 polícias federais foram mobilizados para a deflagração da operação, cujo nome faz referência as teclas de atalho utilizadas para copiar e colar em editores de texto, como exatamente faziam os investigados valendo-se das mesmas fotos e comprovantes de residência em processos diversos.