Novos estudos confirmam que celular piora fertilidade masculina

COMPARTILHE
Por: Diário da Saúde  Data: 14/02/2022 às 09:03
Fonte de Imagem: Ilustração

Os telefones celulares não conquistaram o mundo à toa, provendo a humanidade com meios de interação à distância nunca vistos.

Mas os celulares também têm suas desvantagens: Eles podem ter efeitos negativos sobre a saúde. Isso ocorre porque, como todos os aparelhos eletrônicos, os celulares emitem ondas eletromagnéticas de radiofrequência, que são absorvidas pelo corpo.

De acordo com uma meta-análise feita em 2011, dados dos estudos feitos até aquele ano indicavam que as ondas emitidas pelos telefones celulares degradam a qualidade do esperma, reduzindo sua motilidade, viabilidade e concentração. Como as coisas mudam muito em uma década, os cientistas queriam saber o efeito dos modelos de telefones celulares mais modernos, além de incorporar uma maior quantidade de dados in vivo.

Nesse esforço para trazer resultados mais atualizados para as discussões, uma equipe de médicos e pesquisadores da Universidade Nacional Pusan (Coreia do Sul) realizou uma nova meta-análise sobre os efeitos potenciais dos telefones celulares na qualidade do esperma.

Eles rastrearam 435 estudos e registros publicados entre 2012 e 2021 e encontraram 18 – abrangendo um total de 4.280 amostras – que atenderam aos padrões de qualidade e os reuniram para uma análise estatística mais abrangente.

Novos estudos confirmam ligação entre fertilidade masculina e uso do telefone celular

Piora mesmo

Os resultados indicam que o uso do telefone celular está de fato associado à redução da motilidade, viabilidade e concentração dos espermatozoides.

Outro aspecto importante que os pesquisadores analisaram foi se o maior tempo de exposição aos telefones celulares estava relacionado a uma menor qualidade do esperma. E a resposta é não, ou seja, com base nos dados coletados, a exposição aos telefones celulares piora a qualidade do esperma, mesmo que o período de exposição seja pequeno.

“O ponto principal é que, se você está preocupado com sua fertilidade (e, potencialmente, outros aspectos de sua saúde), pode ser uma boa ideia limitar o uso diário do telefone celular,” disse o Dr. Yun Hak Kim, coordenador da análise.

Outros pesquisadores são mais específicos, recomendando que os homens evitem usam o celular no bolso da calça para se proteger contra a maior parte dos efeitos da radiação emitida pelo aparelho.