Novo acidente com embarcação em Capitólio (MG) deixa dois mortos

COMPARTILHE
Por: Noticias ao Minuto  Data: 19/06/2022 às 16:01
Fonte de Imagem: Getty Imagens

Duas pessoas morreram em um acidente com uma embarcação na noite de sábado (18) no lago de Furnas, em Capitólio, no sul de Minas Gerais.

Segundo a Polícia Civil, uma chalana virou parcialmente e provocou as duas mortes. As vítimas foram um homem de 62 anos e uma mulher de 22, de acordo com a instituição.

De acordo com a Ameg (Associação Pública dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande), informações iniciais indicaram que uma lancha com 14 passageiros apresentou problemas mecânicos e solicitou apoio de outra embarcação para o resgate das pessoas.

A chalana, que teria outros dez passageiros, teria ido ao encontro da lancha. Quando as pessoas resgatadas começaram a entrar na chalana, ela virou devido ao peso, conforme as informações preliminares.

Marinheiros tentaram reanimar as duas vítimas até a chegada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que confirmou os óbitos, acrescentou a associação. As demais vítimas teriam sofrido apenas escoriações leves.

Conforme a Polícia Civil, o homem de 62 anos que morreu no acidente era natural de Penápolis (SP). A outra vítima, a jovem de 22 anos, era do município de Machado (MG). Os nomes não foram divulgados.

“Em nome de todos os municípios que compõem a Ameg, nos solidarizamos com familiares e amigos das vítimas fatais bem como aqueles que escaparam ilesos deste lamentável acidente e reafirmamos o compromisso de todos os gestores municipais da região, bem como da Marinha do Brasil, sediada em Furnas, de garantir a navegabilidade segura para todos no nosso mar de Minas”, afirmou o presidente da Ameg e prefeito de Carmo do Rio Claro, Filipe Carielo.

Em janeiro deste ano, o lago de Furnas registrou o desabamento de uma rocha. Dez pessoas morreram na ocasião.

Capitólio é um tradicional destino turístico devido aos cânions, que costumam ser vistos em passeios de barco pelo lago de Furnas.

A maioria dos turistas que visitam o chamado ‘mar de Minas’ é da capital paulista, de cidades do interior de São Paulo e da capital mineira, segundo agências de turismo locais.

Relembre outro caso