‘Não queremos as Forças Armadas se metendo nas eleições’, dispara Lula em Curitiba onde ficou preso por quase 2 anos

COMPARTILHE
Por: Com iG  Data: 17/09/2022 às 19:12
Fonte de Imagem: Reprodução

Durante comício neste sábado (17) em Curitiba, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu que as Forças Armadas não devem se meter nas eleições. Para o petista, a fiscalização de urnas é uma atribuição das Justiça Eleitoral. “Não queremos as Forças Armadas se metendo nas eleições“, disse Lula durante comício no centro da capital paranaense.

“É preciso que alguns de lá tratem a sociedade civil com respeito, que nós sabemos cuidar de nós e não precisamos ser tutelados”, falou o candidato, que ficou preso em Curitiba por quase dois anos.

Papel nobre
Lula afirmou que o papel das Forças é cuidar da soberania nacional contra inimigos externos e proteger as fronteiras do país. “As Forças Armadas brasileiras vão voltar a ter um papel nobre, que está definido na nossa Constituição. As Forças Armadas não tinham que estar preocupadas em fiscalizar urna. Quem tem obrigação de fiscalizar é a Justiça Eleitoral”.