Municípios alagoanos são contemplados com Projeto de Desenvolvimento Federativo da Sudene

COMPARTILHE
Por: Ascom Sudene  Data: 08/08/2022 às 10:05
Fonte de Imagem: Reprodução

A Sudene e alguns de seus parceiros no projeto (Sebrae,  Banco do Nordeste e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) vão apresentar os respectivos planos de ação e o evento será marcado pela interação entre prefeituras e instituições, além de contar com assinatura de protocolos de intenções. Em Alagoas, os municípios escolhidos para serem atendidos pelo Projeto de Desenvolvimento Federativo (PDF) são Arapiraca, Belém, Belo Monte, Campo Grande, Maribondo e Tanque d’Arca, que estão entre os municípios com indicadores sociais e econômicos mais frágeis.

As localidades incluídas no Projeto foram selecionadas pela Sudene a partir dos seus indicadores nas áreas de finanças, gestão e desempenho que balizaram a construção do ranking IGM/CFA (Índice de Governança Municipal). PIB per capita baixo e população até 20 mil habitantes foram outros fatores levados em consideração para a escolha dos 66 municípios que, nesse primeiro momento, estão sendo atendidos pelo Projeto de Desenvolvimento Federativo (PDF) na área de atuação da Sudene. Foram selecionadas, por estado, cinco cidades das regiões intermediárias e um município-polo.

A Sudene reuniu instituições para montar uma força-tarefa capaz de oferecer capacitações nas áreas de gestão e elaboração de projetos, apostando na articulação e apoio de ações voltadas ao agronegócio, finanças públicas, conectividade, comercialização e exportação de serviços. Outros apoios podem ser identificados a partir do levantamento continuo nas gestões municipais que integram o projeto. Ações como ampliação da conectividade no território e apoio a cadeias produtivas estratégicas já foram iniciadas pela Sudene.

O lançamento geral do PDF, com a participação de instituições parceiras e prefeituras dos 11 estados da área de atuação da Sudene, foi realizado no dia 30 de junho, em Recife (PE). No mês de julho, a Autarquia iniciou uma série de reuniões em cada um desses estados e o PDF já foi lançado na Paraíba, Pernambuco e Espírito Santo.