MST invade sede de mais uma fazenda produtiva na Bahia

Por: Correio 24 Horas  Data: 03/05/2023 às 05:59
Imagem: Reprodução TV Bahia

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram a sede administrativa da Ferros Ligas da Bahia (Ferbasa), que fica na cidade de Maracás, no  sudoeste do estado. O MST informou que 300 famílias estão no local. 

O movimento alega que a invasão é para pressionar a empresa a cumprir as leis ambientais e sociais, além de construir um diálogo entre as famílias participantes da invasão e instituições que discutem a reforma agrária no Brasil.

Em nota à TV Bahia, a Ferbasa repudiou e manifestou preocupação com os colaboradores que trabalham no local. Segundo a empresa, os funcionários estão impedidos de realizar suas atividades. A Ferbasa informou ainda que mantém o diálogo com o MST e que tenta resolver todas as questões. 

No último sábado (29) mais integrantes do MST invadiram a Fazenda Boa Esperança, em Boa Vista do Tupim. O grupo alega que a propriedade é improdutiva e está abandonada há 18 anos. Cerca de 130 famílias estão no local.

Planaltino
Centenas de famílias do MST foram retiradas, na tarde da última quinta-feira (27), de uma área de ocupação no município de Planaltino, na região da Chapada Diamantina.

Segundo o MST, esta foi a terceira vez que as famílias do acampamento Estrela Vive foram despejadas da área da empresa Ferbasa. A fazenda havia sido reocupada no dia 30 de março, quando integrantes retomaram plantios e construção dos barracos que haviam sido destruídos no últimos despejo.

Ainda segundo o movimento, a ameaça de um novo despejo já estava circulando, porém sem nenhum comunicado oficial. Os sem-terra afirmam que a fazenda da empresa Ferbasa é “uma terra abandonada e improdutiva, local que não gerava emprego ou servia de moradia”.