Ministro da Educação nega cortes e diz que reitores de universidades estão fazendo política com acusações

COMPARTILHE !!
Por: Com iG  Data: 06/10/2022 às 15:01
Imagem: MEC

O ministro da Educação, Victor Godoy , disse nesta quinta, dia 6, que não houve um corte no orçamento de instituições federais de educação, mas sim uma “limitação de movimentação” do dinheiro público ao longo dos próximos meses. Segundo o ministro, os recursos devem voltar ao normal em dezembro.

Em sua conta no Twitter, Godoy acusou reitores de universidades de estarem “fazendo política” com acusações. “É uma medida de segurança fiscal”, disse o ministro.

Corte de verbas
Nesta quarta-feira (5), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) divulgou uma nota referente ao bloqueio total do governo federal para a educação no país.

De acordo com a Andifes, o Ministério da Educação (MEC) teria informado a eles que o valor é de R$ 1 bilhão — R$ 328 milhões seriam especificamente para a educação superior.

Os bloqueios foram de R$147 milhões para os colégios federais e de R$ 328 milhões para as universidades, o que reduziu a possibilidade de empenhar despesas das instituições até dezembro.