“Meus ex-ministros se elegeram, os de Lula foram presos”, dispara Bolsonaro

COMPARTILHE !!
Por: Com Jovem Pan  Data: 27/10/2022 às 20:43
Imagem: AlagoasWeb/Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) cumpriu agenda de campanha nesta quinta-feira, 27, na cidade de São João de Meriti, no Rio de Janeiro, e, no local, voltou a atacar seu adversário no segundo turno das eleições presidenciais, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O mandatário disse que seus “ex-ministros saíram, se candidatam e se elegeram a deputados e governadores”, enquanto os “ex-ministros do Lula saíram e foram para a cadeia”.

Aos apoiadores, o candidato à reeleição ressaltou que estas são as “eleições mais importantes do nosso Brasil” e que é importante eleger um presidente que busca pacificar o Brasil. “Ou volta ao passado da corrupção ou permanece nesse rumo da paz”, bradou.

No último dia 2 de outubro, no primeiro turno eleitoral, nove ex-ministros do governo Bolsonaro se elegeram e ocuparão cargos eletivos. Cinco se elegeram senadores – Damares Alves (Republicanos), pelo Distrito Federal; Tereza Cristina (PP), pelo Mato Grosso do Sul; Rogério Marinho (PL), no Rio Grande do Norte; Marcos Pontes (PL), em São Paulo; e Sergio Moro (União Brasil), no Paraná.