Júri absolve acusado de matar esposa por  envenenamento

COMPARTILHE !!
Por: TJ-AL  Data: 17/11/2022 às 11:34
Imagem: Caio Loureiro

O Tribunal do Júri da 7ª Vara Criminal da Capital absolveu, nesta quarta-feira (16), Dorgival da Silva, acusado de matar a esposa, Maria Cristina, em agosto de 2014, no bairro do Clima Bom, por envenenamento. Os jurados reconheceram a materialidade do crime, mas entenderam que não havia provas suficientes da autoria. 

O julgamento foi conduzido no Fórum da Capital pelo juiz Yulli Roter, que, diante da decisão soberana do Conselho de Sentença, revogou todas as medidas cautelares impostas ao réu. Na ocasião, o Ministério Público Estadual informou que recorrerá da decisão dos jurados.

Os autos indicam que supostamente a vítima tomou um café envenenado. Em depoimento, um dos filhos da vítima afirmou que após o consumo, Maria Cristina passou mal no quarto, vindo a falecer no posto de saúde. 

Segundo depoimentos de familiares e pessoas próximas à Maria Cristina, a vítima sofria constantemente agressões físicas praticadas por Dorgival, inclusive na frente dos filhos do casal. Ainda de acordo com o processo, o réu era muito ciumento, sempre seguia Maria Cristina até o ponto de ônibus e a ameaçava dizendo que se ela não fosse dele não seria de mais ninguém.

Em janeiro de 2014, foi feito um boletim de ocorrência contra o acusado.