Inscritos do Auxílio Emergencial vão migrar para o Auxílio Brasil?

COMPARTILHE
Por: Jornal Contabil  Data: 16/11/2021 às 11:11
Fonte de Imagem: Reprodução

O novo programa social de distribuição de renda do governo Auxílio Brasil — substituto do Bolsa Família — terá seu primeiro pagamento disponibilizado nesta quarta-feira (17). Logo, com o encerramento do Auxílio Emergencial, muitos beneficiários estão em busca de saber se terão acesso ao novo programa social do governo e é sobre isso que falaremos agora.

Inscritos do Auxílio Emergencial vão migrar para o Auxílio Brasil?

Uma dúvida que muitos beneficiários do Auxílio Emergencial tem é se terão acesso ou não ao novo programa Auxílio Brasil. Em primeiro momento vale deixar claro que vão ser migrados automaticamente para o novo Auxílio Brasil, somente aqueles beneficiários que já recebiam o Bolsa Família.

Para os demais beneficiários do Auxílio Emergencial, seja ele de desempregados, autônomos, ou MEIs de baixa renda, para garantir acesso ao Auxílio Brasil será necessário se encaixar em dois principais requisitos do novo benefício.

O primeiro deles é estar em condição de pobreza e extrema pobreza, afinal, o benefício foi elaborado para ajudar as famílias com menos condições do país.

O governo reeditou as faixas de pobreza e extrema pobreza para identificar quais são os cidadãos que se encaixam nessas condições, ficando da seguinte forma:

São classificados como famílias em situação de extrema pobreza aquelas com renda familiar por pessoa de até R$ 100. No caso das famílias em situação de pobreza, são classificadas aquelas com renda entre R$ 100,01 a R$ 200 por pessoa do grupo familiar.

As famílias que recebiam o Auxílio Emergencial e se classificam como famílias em situação de pobreza e extrema pobreza podem garantir acesso ao novo Auxílio Brasil, mas para isso será necessário se inscrever no CadÚnico.

Auxílio Brasil começa a ser pago nesta quarta

Nesta quarta-feira (17) terão acesso ao benefício somente as famílias inscritas do Bolsa Família que migrarão de forma automática para o novo benefício.

Os inscritos do CadÚnico e novos inscritos da plataforma devem ingressar no programa em dezembro, quando o governo deverá ter aprovado a PEC dos Precatórios para liberar fundos para bancar o benefício no valor médio de R$ 400 e com a adesão de mais famílias.

Calendário de novembro e dezembro

Final do NISNovembroDezembro
117/nov10/dez
218/nov13/dez
319/nov14/dez
422/nov15/dez
523/nov16/dez
624/nov17/dez
725/nov20/dez
826/nov21/dez
929/nov22/dez
030/nov23/dez