IBGE aponta que o celular é o dispositivo mais usado em Alagoas para se conectar à internet

Fonte: Unsplash O uso da internet em todo Brasil está crescendo de forma exponencial, principalmente na região Nordeste. Um dos principais motivos é a popularização dos dispositivos móveis, que vão desde os celulares mais simples até os smartphones. Em Alagoas, por exemplo, alguns dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 99,7% das pessoas utilizam o celular para se conectar com a web. Um número que explica a força desse setor por aqui. Nos últimos anos, o esforço do Governo Federal para fornecer internet aos brasileiros aumentou consideravelmente. Entre 2017 e 2020, o número de pessoas com alguma forma de conexão passou dos 69% para ultrapassar a marca dos 75%. Apesar de o objetivo ser a totalidade da população, é um crescimento significativo e que permite o país ficar mais conectado com as inovações tecnológicas. Os alagoanos não ficam de fora dessa tendência, e muito por conta dos celulares. As pesquisas mais recentes do IBGE, que consideram dados de 2019, mostram que o uso dos dispositivos móveis para ter acesso à internet é uma tendência em diferentes locais de Alagoas. Enquanto apenas 30,9% da população do estado usa o computador para se conectar, mais de 99% prefere o celular para acessar email, redes sociais e aplicativos para compartilhamento de mensagens. Outros dispositivos, como a televisão e os tablets, ficam abaixo dos 25%. Ou seja, os aparelhos móveis dominam por completo e são cada vez mais populares. Outro aspecto positivo, e que vale um comentário, é o uso da banda larga fixa nas residências alagoanas. A Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (PNAD) aponta que cerca de 32% da população local tem acesso à internet em casa, fazendo com que o estado tenha uma das maiores taxas do país. Apenas o Ceará, o Rio Grande do Norte, a Paraíba e a Bahia apareceram com melhores números colhidos pelo IBGE. Uso da internet pelo país

COMPARTILHE
Por: Divulgação  Data: 07/05/2021 às 06:05
Fonte de Imagem: Unsplash

Fonte: Unsplash

O uso da internet em todo Brasil está crescendo de forma exponencial, principalmente na região Nordeste. Um dos principais motivos é a popularização dos dispositivos móveis, que vão desde os celulares mais simples até os smartphones. Em Alagoas, por exemplo, alguns dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 99,7% das pessoas utilizam o celular para se conectar com a web. Um número que explica a força desse setor por aqui.

Nos últimos anos, o esforço do Governo Federal para fornecer internet aos brasileiros aumentou consideravelmente. Entre 2017 e 2020, o número de pessoas com alguma forma de conexão passou dos 69% para ultrapassar a marca dos 75%. Apesar de o objetivo ser a totalidade da população, é um crescimento significativo e que permite o país ficar mais conectado com as inovações tecnológicas. Os alagoanos não ficam de fora dessa tendência, e muito por conta dos celulares.

As pesquisas mais recentes do IBGE, que consideram dados de 2019, mostram que o uso dos dispositivos móveis para ter acesso à internet é uma tendência em diferentes locais de Alagoas. Enquanto apenas 30,9% da população do estado usa o computador para se conectar, mais de 99% prefere o celular para acessar email, redes sociais e aplicativos para compartilhamento de mensagens. Outros dispositivos, como a televisão e os tablets, ficam abaixo dos 25%. Ou seja, os aparelhos móveis dominam por completo e são cada vez mais populares.

Outro aspecto positivo, e que vale um comentário, é o uso da banda larga fixa nas residências alagoanas. A Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (PNAD) aponta que cerca de 32% da população local tem acesso à internet em casa, fazendo com que o estado tenha uma das maiores taxas do país. Apenas o Ceará, o Rio Grande do Norte, a Paraíba e a Bahia apareceram com melhores números colhidos pelo IBGE.

Uso da internet pelo país

Toda essa conectividade faz com que os alagoanos, assim como pessoas de outros estados brasileiros, tenham mais acesso ao mundo digital. O crescimento das atividades online faz com que não faltem opções, independente do objetivo da pessoa. Por exemplo, o comércio virtual é um dos setores que mais cresceu recentemente, como aponta o portal E-Commerce Brasil, seja pela quantidade de lojas disponíveis ou pela variedade nos produtos que podem ser encontrados na internet. Já no entretenimento digital, a lista do site VegasSlotsOnline mostra que os cassinos online também estão em alta com a popularização da internet. Com a versão digital e gratuita de jogos como o pôquer e a roleta, essas plataformas oferecem uma experiência mais interativa, e em tempo real, aos fãs de jogos de apostas. Algo que os serviços de streamings, como a Netflix e a Globoplay, também oferecem aos apaixonados por filmes e séries.

Entretanto, a internet não é apenas sobre comércio e entretenimento. A conectividade também abre porta em outras áreas mais essenciais, como é o caso da educação e da saúde. Um bom exemplo é o crescimento no número de empresas que se categorizam como healthtech, que são as startups voltadas para a área da saúde. Alguns estados brasileiros, como Minas Gerais e São Paulo, investem milhões para que esse setor continue a crescer no país.

No caso da educação, o uso da internet para cursos e workshops online é cada vez mais comum. Além disso, com mais conexões disponíveis no Brasil, algumas faculdades conseguem aumentar o alcance do conteúdo oferecido. Afinal, o território brasileiro é de tamanho continental, e o acesso é um dos maiores desafios para que a educação chegue em todos os pontos do país.

Startups de Alagoas

Além do grande uso de smartphones, como falamos anteriormente, Alagoas também está se transformando em uma região amigável para as startups. O melhor exemplo é o Sururu Valley, que é o ecossistema de startups mais estruturado da região. Esse nome em inglês não é por acaso, mas sim uma referência ao popular Silicon Valley, que é a região sede das maiores empresas de tecnologia dos Estados Unidos.

As startups são uma prova do desenvolvimento do estado no setor de inovações tecnológicas. Algo que é positivo para a economia local, e também para os trabalhadores alagoanos. No início deste ano, por exemplo, a startup Digital Innovation One ofereceu mais de 10 mil bolsas gratuitas para professores da região. Algo importante e que pode mudar a vida de muitas pessoas.

O uso da internet é algo cada vez mais importante, seja para o estudo ou então para o puro entretenimento. Apesar de ser uma região com algumas dificuldades econômicas, Alagoas vem conseguindo conectar a população de forma efetiva, principalmente com os celulares. Essa é uma boa notícia, que deve gerar ganhos no futuro. A popularização do acesso à internet é uma oportunidade para diversificar a vida do trabalhador e também da economia local.