Homem mata a prima e jogar corpo em rio antes de cometer suicidio

COMPARTILHE
Por: Com JG40Graus  Data: 20/05/2022 às 10:55
Fonte de Imagem: JG40Graus

Após matar uma pessoa da familia, um homem cometeu suicidio na quarta-feira (18), no município de Murici. A Jovem Graciane da Silva, 20 anos, foi morta pelo primo, Wagnario Deolindo da Silva. A vitima teve o corpo jogado no Rio Mundaú e, logo após, o assassino tentou contra a vida do companheiro de Graciane, agredindo o homem a golpes de faca.

“Um fato trágico. Esse indivíduo saiu com a prima, veio para o Rio Mundaú, depois voltou para casa sozinho, sujo de lama e todo molhado, dizendo que havia feito uma besteira. Disse que a Graciane tinha sido morta e o corpo levado pelo rio. Logo em seguida, transtornado, pegou uma faca e esfaqueou o companheiro da Graciane que estava dormindo na casa dele”, afirmou Igor Diego, delegado responsável pelo caso.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para realizar buscas no Rio Mundaú, uma vez que o corpo da Graciane ainda se encontra desaparecido. O Maride de Graciane foi socorrido e levado para o Hospital Regional da Mata em União dos Palmares, ele não corre risco de morte, já Wagnário, o assassino, foi encontrado sem vida pendurado pelo pescoço no teto de sua residência.

“A esposa do suspeito, ao tentar ajudar o rapaz esfaqueado, foi até a porta de casa com o objetivo de encontrar alguém que o levasse até o hospital em União dos Palmares, razão pela qual o homicídio não se consumou. Nesse intervalo, quando a mulher retornou para casa, encontrou o marido enforcado, ou seja, ele praticou suicídio”, concluiu o delegado.

O Delegado ainda afirmou que apesar do crime se parecer bem esclarecido, depoimentos precisam ser colhidos para tentar chegar no motivo pelo qual Wagnário fez isto, além do achado do cadáver de Graciane, que continua desaparecido.

O Corpo de Bombeiros realiza buscas durante esta quinta-feira (19), usando todo aparato disponível, incluindo a aeronave da corporação.