Gustave Eiffel e a cultura francesa – A influência em Campos e no Brasil

De França para o mundo, passando no Brasil, nomeadamente em Campos. Gustave Eiffel é responsável por diversos monumentos populares em todo o mundo e o Farol de Campos não é exceção. Além disso, também a cultura francesa está presente na cultura brasileira em diversos setores como a conduta, gastronomia, entretenimento e até educação. Alexandre Gustave Eiffel, engenheiro francês, uma das personalidades francesas mais importantes no setor da construção, começou a sua carreira construindo pontes para a rede ferroviária francesa. Depressa a sua reputação se tornou global quando construiu a famosa Torre Eiffel, inaugurada no âmbito da Exposição Universal de 1889 em Paris. A marca de Eiffel não se ficou por aqui, ele foi responsável pela contribuição na construção de um dos monumentos mais icônicos do mundo, a Estátua da Liberdade em Nova Iorque, no entanto, ele deixou a sua marca um pouco por todo o mundo, com construções de grande importância até hoje. O Farol de São Thomé, a grande torre vermelha que se destaca na praia de Campos, é também ela uma obra da autoria de Gustave Eiffel. Este Farol faz parte dos muitos que podem ser encontrados pelo Brasil, sendo o único que tem a assinatura do engenheiro com 45 metros de altura e 216 degraus. Este que agora é uma das principais atrações da praia de Campos tinha um importante papel no passado no auxílio da navegação da região que se dedicava à produção de açúcar nos canaviais, sendo que atualmente, o seu alcance de 70 quilômetros é um elemento importante no polo de exploração de petróleo, setor de grande importância da região. A queridinha de Paris no Brasil

COMPARTILHE
Por: Divulgação  Data: 25/02/2021 às 14:49
Fonte de Imagem: Pixabay

De França para o mundo, passando no Brasil, nomeadamente em Campos. Gustave Eiffel é responsável por diversos monumentos populares em todo o mundo e o Farol de Campos não é exceção.

Além disso, também a cultura francesa está presente na cultura brasileira em diversos setores como a conduta, gastronomia, entretenimento e até educação.

Alexandre Gustave Eiffel, engenheiro francês, uma das personalidades francesas mais importantes no setor da construção, começou a sua carreira construindo pontes para a rede ferroviária francesa. Depressa a sua reputação se tornou global quando construiu a famosa Torre Eiffel, inaugurada no âmbito da Exposição Universal de 1889 em Paris.

A marca de Eiffel não se ficou por aqui, ele foi responsável pela contribuição na construção de um dos monumentos mais icônicos do mundo, a Estátua da Liberdade em Nova Iorque, no entanto, ele deixou a sua marca um pouco por todo o mundo, com construções de grande importância até hoje.

O Farol de São Thomé, a grande torre vermelha que se destaca na praia de Campos, é também ela uma obra da autoria de Gustave Eiffel. Este Farol faz parte dos muitos que podem ser encontrados pelo Brasil, sendo o único que tem a assinatura do engenheiro com 45 metros de altura e 216 degraus.

Este que agora é uma das principais atrações da praia de Campos tinha um importante papel no passado no auxílio da navegação da região que se dedicava à produção de açúcar nos canaviais, sendo que atualmente, o seu alcance de 70 quilômetros é um elemento importante no polo de exploração de petróleo, setor de grande importância da região.

A queridinha de Paris no Brasil

Apesar de Gustave Eiffel ter deixado sua marca ao nível mundial, ele continua a ser essencialmente associado à Torre Eiffel, imagem de marca da cidade de Paris. De facto, este monumento é tão especial que deu azo a diversas versões inspiradas na original, incluindo no Brasil.

Na praça Nove de Julho pode ver uma versão inspirada na Torre Eiffel original inaugurada no ano de 1978 por António Eufrásio de Toledo, um grande admirador dos ideais da Revolução Francesa, liberdade, igualdade e fraternidade.

A influência da cultura francesa no Brasil

A cultura do Brasil é muito diversificada, podendo encontrar raízes muito diversas no cotidiano, daí que não seja surpresa que também a cultura francesa tenha influenciado os hábitos e costumes do Brasil em diversos quesitos.

Começando pelas regras de conduta, a forma como devem ser colocados os talheres, o guardanapo e qual o comportamento que deve ser adotado em cada ambiente tem a sua raiz em França.

Também a área do entretenimento não fica de fora da influência francesa. Trazida pelos franceses para a América, a roleta se tornou rapidamente um jogo popular no Brasil, onde eventos de luxo combinavam o jogo com espetáculos de grandes artistas da altura.

Atualmente, e graças às novas tecnologias, este jogo icônico já não é exclusivo das salas de cassino e está disponível no conforto do seu lar através de plataformas online dedicadas a estas formas de entretenimento, que continuam a ser bastante populares no Brasil.

A gastronomia é outro setor onde é possível verificar a influência francesa. O pão-francês, receita brasileira é o típico exemplo, mas a verdade é que o boom das padarias no Rio de Janeiro e São Paulo desde o século XIX foram responsáveis pelos brioches, as baguettes e croissants tipicamente vendidos nas boulangeries francesas e que se tornaram igualmente populares entre os brasileiros.

Os exemplos não se ficam por aqui, com a influência francesa a marcar eventos importantes na história do Brasil como a Inconfidência Mineira, movimento com grandes traços da Revolução Francesa.

A globalização deixa mais perto a influência francesa

Ainda que historicamente seja fácil perceber a influência francesa em muitos dos hábitos do cotidiano dos brasileiros, assim como, a própria presença de monumentos de assinatura francesa no território, como é o caso do Farol de Campos, a verdade é que graças à globalização é fácil ter França no Brasil.

São vários os exemplos com monumentos que permitem uma visita online, como o museu do Louvre, ou a própria torre Eiffel, com vistas panorâmicas e recurso à realidade virtual, ou até experimentar os pratos típicos em restaurantes de cozinha francesa como o Restaurante Secreto, localizado em Campos.

Graças à globalização, pode sentir a influência francesa até no seu lar.