Flamengo vence o Corinthians nos pênaltis e é tetracampeão da Copa do Brasil

COMPARTILHE !!
Por: Jovem Pan  Data: 20/10/2022 às 06:24
Imagem: Sergio Moraes/DR

O Flamengo é tetracampeão da Copa do Brasil. O Rubro-Negro venceu o Corinthians nos pênaltis por 6 a 5 na noite da quarta-feira, dia 19, no Maracanã. No tempo normal, o jogo terminou empatado em 1 a 1. Pedro marcou para os cariocas e o meia Giuliano fez para o Timão. Em resumo, a partida foi típica de uma final: teve gols anulados, cartões amarelos para ambos os lados e chances claras de gols.

1º tempo
A final no Maracanã foi totalmente oposta do primeiro duelo da decisão, que terminou empatado sem gols na última quarta-feira, 12, na Neo Química Arena. A começar que as duas equipes entraram em campo se lançando para o ataque. E logo aos 6 minutos de jogo, o centroavante Pedro, destaque do Flamengo na temporada, fez a alegria dos mais de 60 mil flamenguistas presentes.

Após bela troca de passe entre Arrascaeta e Éverton Ribeiro, Pedro saiu cara a cara com Cássio e bateu por baixo do goleiro para abrir o placar.

O Flamengo ainda fez outro gol, com Arrascaeta. No entanto, a arbitragem viu impedimento no lance e anulou o gol. O Timão não se intimidou e seguiu no ataque. Nos minutos finais da primeira etapa, inclusive, Róger Guedes chutou de fora da área e viu a bola passar perto do travessão dos cariocas.

2º tempo
O segundo tempo começou com o Corinthians sufocando o Flamengo. Para se ter ideia, o Timão passou seis minutos trocando passe e lançando bola na área do Rubro-Negro. Contudo, os cariocas equilibraram o jogo e criaram a primeira chance clara para ampliar o resultado.

Assim como no primeiro gol, o Flamengo fez bela troca de passe e Arrascaeta saiu frente a frente com Cássio. O meia chutou cruzado e o goleiro corintiano se esticou todo para fazer linda defesa.

A partida seguiu eletrizante, com o Corinthians buscando o empate e os Rubro-Negros apostando nos contra-ataques. Aos 16 minutos, o Flamengo deu outro ataque mortal. Teve bate e rebate na pequena área do Timão e Éverton Ribeiro empurrou para o fundo das redes. No entanto, a arbitragem disse que o meia estava em posição irregular e o gol foi anulado.

Dez minutos depois Balbuena assustou os donos da casa com uma cabeçada que parou nas mãos do goleiro Santos. O Corinthians insistiu, dominou e a bola entrou. Giuliano saiu do banco de reservas para ser o herói improvável. O meia, que já foi bastante criticado pela torcida desde a sua chegada ao time, empatou a partida após a bola sobrar na área. No tempo normal, a partida terminou empatada em 1 a 1 e a disputa pelo título foi para as penalidades.

Disputa de pênaltis
O título foi decidido na disputa de pênaltis. O Corinthians iniciou as batidas com Fábio Santos, que bateu rasteiro sem chance para Santos. Pelo lado do Flamengo, o lateral Felipe Luís foi o primeiro a bater e viu o gigante Cássio defender a bola. Giuliano, autor do gol de empate do Timão, foi o segundo a bater e só deslocou o goleiro flamenguista. David Luiz, segundo batedor do Rubro-negro, fez o primeiro com uma batida firme.

Na terceira cobrança do Corinthians, o experiente Renato Augusto chutou no meio do gol e manteve a vantagem corintiana. Léo Pereira, pelo Flamengo, também marcou e a disputa seguiu em aberta. Outro medalhão do Corinthians, Fagner, foi para a batida, mas viu a bola explodir no travessão.

Éverton Ribeiro na sequência igualou o marcador após cobrança perfeita. A quinta cobrança do Timão saiu dos pés do centroavante Yuri Alberto, que bateu firme, no canto oposto de Santos, para colocar o time paulista na frente. Gabigol finalizou a última cobrança também com maestria.

A disputa foi para as alternadas. Maycon fez para o Corinthians. Cebolinha para o Flamengo. O rumo mudou quando Mateus Vital foi para a cobrança. O atacante corintiano isolou a bola. Com a bola do jogo, o lateral flamenguista Rodinei deslocou Cássio na última batida e correu para os braços da nação Rubro-Negra. Flamengo tetracampeão da Copa do Brasil.