Ex-esposa de prefeito é indiciada por divulgar foto do marido pelado

COMPARTILHE
 Data: 12/02/2019 às 06:05
Fonte de Imagem: Ilustração

Caso ocorreu com o prefeito Júlio Cézar da Silva

A Polícia Civil de Alagoas, por meio da Seção de Crimes Cibernéticos da Deic, da Divisão Especial de Investigações e Capturas – DEIC, indiciou uma mulher pelo crime de ‘vingança pornográfica’.

O caso ocorreu com o prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cézar da Silva, que foi alvo do crime.

De acordo com o delegado Thiago Prado, responsável pelo inquérito policial, o prefeito compareceu na delegacia, em dezembro de 2018, para noticiar que estava sendo alvo do delito de divulgação de cena de nudez, através de uma foto aparentemente sua, despido em frente a um espelho.

Após a investigação, a PC colheu provas que levaram a ex-companheira do prefeito, Simonica Alves Silva.  Ela teria sido a responsável por divulgar a imagem da vítima através de aplicativo de mensagem. A imagem foi amplamente difundida em grupos de WhatsApp.

Ela foi indiciada pela prática do crime de ‘vingança pornográfica’, e agora responderá na Justiça. “Caso seja condenada pelo crime, previsto no Código Penal, poderá ter uma pena de até cinco anos”, disse o delegado.

Thiago Prado, que coordena o setor de investigação cibernética, informou que esse tipo de delito vem ocorrendo com bastante frequência nos últimos meses, ele alerta que o autor pode ser identificado através do trabalho realizado pela Polícia Civil.