Estudo comprova que celular pode viciar tanto quanto cocaína

COMPARTILHE
Por: Oficina da Net  Data: 25/02/2020 às 06:01
Fonte de Imagem: Reprodução

Um estudo feito por pesquisadores da Alemanha mostrou que o uso compulsivo do celular pode causar diminuição da massa cinzenta do cérebro, mesma consequência provocada pelo abuso de cocaína e outras drogas.

Recentemente, pesquisadores da Universidade de Heidelberg, na Alemanha, realizaram um estudo para comprovar os efeitos do vício em celular no corpo humano, e os resultados foram assustadores.

Foi possível observar que o uso compulsivo do smartphone causou uma diminuição da massa cinzenta do cérebro, exatamente a mesma consequência provocada pelo uso de cocaína e outras drogas semelhantes. De acordo os pesquisadores, essa área é responsável pela visão, fala, audição, controle muscular e saúde mental, sendo de extrema importância para o funcionamento normal do corpo.

Durante o estudo, 48 participantes passaram por ressonância magnética, sendo que 22 deles apresentaram uma massa cinzenta menor e com imperfeições, enquanto que os outros 26, que não eram viciados em smartphone, mostraram um quadro totalmente diferente. “Comparados aos controlados, indivíduos com dependência de smartphones apresentaram menor volume de massa cinzenta na ínsula anterior esquerda, córtex temporal e para-hipocampal inferior”, disse um dos pesquisadores.

Essa descoberta causou uma certa preocupação porque os resultados obtidos foram muito semelhantes aos da pesquisa relacionada ao abuso de drogas, desenvolvida pela Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos.

Os pesquisadores conseguiram constatar que, além de diminuir uma área do cérebro, a depêndencia em celular também libera uma grande quantidade de dopamina da mesma maneira que acontece em pessoas que usam drogas, como a citada cocaína, por exemplo.

Buscando diminuir esse vício, o Google entrega o app Bem-Estar Digital no Android, enquanto que no iPhone, a Apple oferece uma função semelhante a partir do iOS 12. Ambos apresentam relatórios semanais que indicam o tempo gasto usando o aparelho e outros apps.