Dia Nacional do Socorrista: profissionais do Samu Alagoas atuam diariamente para cumprir a missão de salvar vidas

COMPARTILHE
Por: Ascom Samu/Uadson Barros  Data: 11/07/2021 às 09:08
Fonte de Imagem: Cortesia ao AlagoasWeb

Quando os megafones do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas anunciam a chegada de uma ocorrência e acionam as equipes do Serviço de Motolância, da Unidade de Suporte Básico (USB) ou da Unidade de Suporte Avançado (USA), os condutores socorristas, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos do órgão imediatamente saem às ruas. A partir daí, eles iniciam a luta contra o tempo para chegar ao local da ocorrência o mais rápido possível e, desse modo, garantir o atendimento pré-hospitalar necessário às vítimas, cumprindo a missão de salvar vidas.

Neste domingo (11), é celebrado o Dia Nacional do Socorrista. Com uma rotina intensa e dinâmica de trabalho, os socorristas do Samu Alagoas geralmente são os heróis que chegam primeiro aos locais das ocorrências. Esses profissionais estão lotados nas Centrais de Regulação de Maceió e Arapiraca, além das 35 Bases Descentralizadas espalhadas por todo o território alagoano, e podem ser acionados através do número 192, 24 horas por dia, todos os dias da semana.

O médico socorrista do Samu Alagoas, Marcos Viana, trabalha como intervensionista na ambulância de Unidade de Suporte Avançado (USA) e, também, no Serviço Aeromédico do Samu. “Atuar como socorrista é uma tarefa que exige muito preparo físico e mental, pois diariamente nós lidamos com os mais variados tipos de ocorrências, sejam elas em dias de intenso sol e de chuva, como também em ambientes aquáticos e de explosões. Poder chegar de forma rápida ao local do acidente, seja por terra ou pelo ar, e poder salvar a vida daquela vítima que está exposta e, em situação de vulnerabilidade, é muito gratificante, me enche de orgulho e me motiva ainda mais a seguir nessa missão”, relata.

“Atuar como socorrista é uma tarefa que exige muito preparo físico e mental”, diz Marcos Viana, médico do Samu Alagoas

Atuando há 17 anos como condutor socorrista do Samu Alagoas, Antônio Júnior fala da satisfação de desempenhar esse trabalho, que exige muita dedicação. “A rotina de trabalho do condutor socorrista é um pouco puxada. É uma atividade bem dinâmica, já que estamos sempre nas ruas ajudando as pessoas, mas, muito prazerosa e que amo desempenhar. Minha missão é conduzir a viatura com muito cuidado e atenção para garantir o transporte seguro e eficiente de todos os profissionais socorristas e do paciente”, disse.

O condutor socorrista lembrou, ainda, de uma das ocorrências mais marcantes que chamou a sua atenção ao longo desses anos. “Ao longo de todo esse tempo trabalhando como condutor socorrista do Samu Alagas, as ocorrências envolvendo as crianças são as que mais me marcaram, em específico uma que aconteceu no bairro Graciliano Ramos, em Maceió, onde uma criança de quatro anos infelizmente veio a óbito, após ser vítima de acidente de trânsito. Mas, a gente tem que se recompor e seguir em frente para continuar salvando vidas”, detalha Antônio Júnior.

Para os socorristas do Samu não importa onde a pessoa que precisa de socorro está

Os condutores, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos socorristas do Samu Alagoas estão preparados para atender aos mais diversos tipos de urgência e emergência, a exemplo de acidentes de trânsito, engasgos, quedas da própria altura, ferimentos por arma branca e por arma de fogo, quedas de altura, afogamentos, queimaduras, casos obstétricos, atendimento psiquiátrico. Ocorrências como suspeitas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), suspeitas de Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), além de pacientes com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 também são atendidos pelos profissionais do órgão.

Enfermeira do Samu Alagoas há seis anos, Ana Xênia divide a rotina de trabalho atuando como socorrista nas ambulâncias de Unidade de Suporte Avançado (USA), como também na aeronave do Serviço Aeromédico (UTI Aérea) do Samu. Ela comenta a importância de lembrar a data e destaca a relevância dos primeiros socorros. “Seja por terra ou pelo ar, a nossa missão enquanto socorrista é ajudar as pessoas, tirá-las da situação de sofrimento e salvá-las. Mesmo diante do nosso papel, vale ressaltar que todos nós podemos ter um pouco de socorrista, no sentido das pessoas conhecerem a importância dos primeiros socorros. Até mesmo uma criança, por exemplo, quando bem orientada, desde cedo, em relação aos primeiros socorros, pode ajudar a salvar a vida de um ente querido”, salienta.

Enfermeira do Samu Alagoas há seis anos, Ana Xênia divide a rotina de trabalho atuando como socorrista nas ambulâncias e na aeronave do Serviço Aeromédico

Jessé Júnior é servidor do Samu Alagoas há 15 anos e atualmente atua como técnico de enfermagem motossocorrista no Serviço de Motolância do Samu Maceió. Ele relata as experiências vividas ao longo dos anos, prestando assistência à população. “Sem dúvidas, os casos envolvendo crianças são os que mais me marcaram ao longo desses anos no Samu, principalmente situações de engasgo e quadros convulsivos. Como as motolâncias geralmente são as primeiras a chegar ao local, nós presenciamos cenas bastante impactantes, às quais precisamos encarar, visando sempre o bem-estar e a estabilização do paciente. Apesar da rotina intensa, é um serviço muito gratificante. Poder olhar pra trás e pensar nas inúmeras vidas que ajudei a salvar, me enche de orgulho”, conta.

Jessé Júnior é servidor do Samu Alagoas há 15 anos e atualmente atua como técnico de enfermagem motossocorrista no Serviço de Motolância do Samu Maceió

A médica e supervisora geral do Samu Alagoas, Josileide Costa, parabeniza os profissionais socorristas do Samu Alagoas pela data. “Neste 11 de julho, Dia Nacional do Socorrista, quero parabenizar todos os condutores socorristas, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos do Samu Alagoas, que estão 24 horas por dia, todos os dias da semana, prontos para salvar a vida da sociedade alagoana, em qualquer canto do Estado. Tenho muito orgulho desse time. Todos são guerreiros e heróis que enfrentam as mais variadas adversidades na única e exclusiva missão de garantir um atendimento pré-hospitalar de excelência na vida de quem mais precisa”, conclui.

Supervisora do Samu Alagoas diz que socorristas são verdadeiros heróis, que não medem esforços para salvar vidas diariamente