CSA vence a Ponta Preta e se mantém vivo na luta pela permanência na Série B

COMPARTILHE !!
Por: Gazeta Esportiva  Data: 21/10/2022 às 08:57
Imagem: GE

Na noite da quinta, dia 20, a Ponte Preta foi derrotada pelo CSA, por 2 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols da partida foram marcados por Rodrigues Rodrigues.

Com este resultado, a equipe paulista, já com permanência garantida, chega a seu quinto jogo sem vencer na competição. A Ponte Preta tem 45 pontos e ocupa o 12° lugar. Já o CSA, que voltou a vencer após quatro jogos, chega a 39 pontos, mas permanece na zona de rebaixamento, com a mesma pontuação da Chapecoense, logo acima, que ainda joga na rodada.

O próximo compromisso do CSA é contra o Vila Nova, na terça-feira, no estádio Rei Pelé. Já a Ponte Preta duela com o Criciúma apenas na próxima sexta-feira, dia 28 de outubro, às 21h30, novamente no Moisés Lucarelli.

O jogo entre Ponte Preta x CSA
Mal tinha começado o jogo e o CSA abriu o placar. Aos 30 segundos, a equipe da casa fez boa jogada pela esquerda,  Osvaldo cruzou na área e Rodrigo Rodrigues apareceu bem para cabecear e colocar o Azulão em vantagem. A aponte Preta teve chance de empatar aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio, Felipe Amaralcabeceou para fora, com perigo.

As equipes chegaram bem ao ataque, mas não capricharam na finalização. Pelo lado dos mandantes, Lourenço ia recebendo na área e não alcançou para concluir ao gol. Pouco depois, Walisson tocou para Elvis na área, que chutou e mandou por cima do gol de Marcelo Carné. Aos 43 minutos, Rodrigo Rodrigues recebeu bom passe de Lourenço, ficou cara a cara com Caíque França e fez o segundo do CSA.

Aos 14 minutos do segundo tempo, a Macaca ficou no prejuízo após ter Léo Naldi expulso. O volante derrubou Lourenço, que sai para o gol, e levou cartão vermelho. Oito minutos depois, o CSA quase fez o terceiro, mas Rofrigo Rodrigues parou em boa defesa de Caíque.

A Ponte respondeu em seguida. Ribamar aproveitou erro na saída de bola de Carné e viu a bola passar rente à trave azulina. Por volta dos 30 minutos, Wesey Fraga chutou de fora da área e também mandou perto da meta do Azulão. Aos 43 foi a vez do CSA chegar ao ataque. Luiz Henrique mandou uma bomba ao gol e Caíque França salvou.