Consumidor tem entre 1 e 30 de novembro para negociar com bancos e aliviar suas dívidas

COMPARTILHE !!
Por: Febraban  Data: 31/10/2022 às 10:17
Imagem: Ilustração

Entre os dias 1 e 30 de novembro ocorre o tradicional Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas e Orientação Financeira, uma iniciativa conjunta da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), Banco Central do Brasil, Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e Procons de todo o país para ajudar o consumidor a fazer a melhor negociação de suas dívidas com o banco e reequilibrar suas finanças.

Para participar da campanha o interessado deve acessar a página do mutirão criada especialmente para esta ação. Nela, o consumidor encontra orientações sobre como organizar as suas finanças e conseguir negociar a dívida em atraso, além de ter acesso aos canais diretos dos bancos e acesso à plataforma de mediação ConsumidorGovBr, sistema criado pela Senacon que conta com a adesão de mais de 160 instituições financeiras. O banco tem o prazo de 10 dias para analisar a solicitação e apresentar uma proposta.

Na página do mutirão o interessado também encontrará um link para o Registrato, sistema do Banco Central por meio do qual é possível acessar, entre outros, o Relatório de Empréstimos e Financiamentos (SCR), que contém a lista de dívidas em seu nome perante as instituições financeiras. Também poderá navegar por conteúdo exclusivo sobre educação financeira, conectando-se gratuitamente com a Plataforma Meu Bolso em Dia FEBRABAN, desenvolvido por especialistas financeiros e da psicologia econômica.

“Os mutirões de renegociação das dívidas já fazem parte do nosso calendário anual, como um esforço permanente do setor para beneficiar os consumidores e ajudá-los a equilibrar suas finanças. Além da renegociação das dívidas, o consumidor tem acesso à plataforma de educação financeira com informações relevantes e de fácil compreensão, para que ele evite o endividamento de risco e melhore a sua vida financeira”, afirma Isaac Sidney, presidente da FEBRABAN.

Podem participar do mutirão pessoas físicas com dívidas que não possuem bens dados em garantia, que estejam em atraso e tenham sido contraídas de bancos ou financeiras. Na página do mutirão o consumidor encontrará informações sobre como organizar suas finanças, melhorar sua saúde financeira e dicas sobre como identificar e evitar o superendividamento, além de link que irá direcioná-lo a buscar ajuda no Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor da sua região.

Chega a mais de 22 milhões o volume total de contratos em atraso repactuados no período da pandemia, entre 2020 e 2022, que superam R$ 1,1 trilhão de saldo negociado. No mais recente Mutirão de Negociação e Orientação Financeira, que durou 25 dias – de 07 a 31 de março – 1,7 milhão de contratos foram renegociados, trazendo alívio financeiro imediato para empresas e consumidores endividados.