Carne de ouro: quanto custa a iguaria consumida por jogadores da Seleção Brasileira

COMPARTILHE !!
Por: Correio 24 Horas  Data: 06/12/2022 às 06:12
Imagem: Reprodução

Jogadores da Seleção, como Vinícius Júnior e Éder Militão, deram uma passadinha por lá enquanto estão no Qatar.

O restaurante pertence ao chefe e mestre açougueiro Nurset Gökçe, mais conhecido como Salt Bae. Ele se transformou em fenômeno nas redes sociais, colecionamento milhões de seguidores, por causa da sua forma única de temperar e servir as carnes do local.

Além dos brasileiros, por lá já estiveram, durante a Copa, o atacante polonês Robert Lewandowski e parte da seleção espanhola. No domingo, após a eliminação do Uruguai, foi a vez de Giorgian de Arrascaeta escolher o local para almoçar com a família.

Além dos atletas, Galvão Bueno comemorou os 22 anos de casamento com a mulher, Desirée Soares no restaurante. Gianni Infantino, presidente da Fifa, também jantou no local.

O carro-chefe da casa são as peças de carne folheadas a ouro. O cardápio oferece três opções de corte à moda. O filé, que mais aparece entre os pedidos dos clientes, custa 1,1 mil rials, ou R$ 1,5 mil, enquanto o mais caro é o tomhawk (corte do dianteiro do boi, considerada a parte mais macia do lombo, e servido com osso), que sai por incríveis 2,3 mil rials, ou R$ 3,3 mil. O prato mais em conta é o hambúrguer, com folhas de ouro no sanduíche e na batata frita, que custa 495 rials, ou R$ 700.

Além dos pratos principais, o cardápio tem ainda uma sobremesa com outro. A baklava, tradicional pastel doce turco, com sorvete, sai por R$ 77.

Segundo o restaurante, as carnes são selecionadas por Salt Bae de produtores de várias partes do mundo.

“Nossos bifes são cortados em um estilo único da casa. Cortes selecionados são maturados a seco por no mínimo 20 dias. Todos são grelhados na hora em brasas de carvão”, descreve o cardápio.