Caixa restringe atendimento e provoca transtornos a usuários em São Miguel dos Campos

COMPARTILHE
Por: ala  Data: 18/03/2020 às 11:37
Fonte de Imagem: AlagoasWeb/Henrique Omena

Usuário da Caixa Econômica foram surpreendidos ao chegar para realizar operações bancarias na manhã desta quarta-feira (18), na instituição em São Miguel dos Campos. O banco está restringindo o acesso a agencia e o atendimento está sendo feito por setores.

Usuários dos serviços reclamam, “sem qualquer justificativa, se é por conta da aglomeração de pessoas no interior da agência, o mesmo está ocorrendo aqui fora, além de ficarmos na chuva”, reclama um usuário.

Os clientes alegam que o banco não está dando qualquer informação sobre o procedimento e a fila, na parte externa da agencia só aumenta, “não sei o motivo, mas preciso dar entrada em um documento e vou ficar aqui na fila esperando”, fala senhora que veio da parte alta da cidade.

A reportagem do AlagoasWeb entrou em contato com a Caixa para saber o motivo da mudança no atendimento tradicional e recebeu a seguinte nota (as medidas são validas para todas as agência no país):

A CAIXA anuncia nesta quarta-feira (18) novas medidas para prevenir o avanço do coronavírus. Entre as principais, estão o acesso controlado da entrada e saída de clientes em agências, a abertura antecipada das unidades selecionadas em uma hora, para atender os clientes que estão no chamado grupo de risco, gerenciamento de filas, além da distribuição de senhas em cores para diferenciar a necessidade e agilizar o atendimento.

Caso seja necessário o fechamento de algumas unidades, a CAIXA vai disponibilizar, ainda, um número para que os clientes possam entrar em contato via WhatsApp com os gerentes do banco.

Entrada e saída – O fluxo de pessoas no interior das agências será limitado a, no máximo, 50% da capacidade dos assentos das unidades, para que seja possível manter a distância de no mínimo um metro entre as pessoas.

Empregados da CAIXA poderão utilizar equipamentos de proteção no atendimento. Serão colocados na porta das agências cartazes com informações para orientar os clientes.

A CAIXA também disponibilizou verba exclusiva para as unidades adquirirem produtos que auxiliam na prevenção, e solicitou a intensificação de limpeza de suas unidades.

Ações internas – Os empregados do banco que estão grupo de risco foram liberados, a partir desta quarta-feira (18), para o trabalho remoto. Grávidas, pessoas com mais de 60 anos, imunossuprimidos, diabéticos, portadores de doenças cardiovasculares ou pulmonares e em tratamento de câncer, vão desempenhar suas atividades de casa.

As reuniões, pontos de controle e treinamentos presenciais foram substituídos por chats, vídeos ou audioconferências.

A CAIXA reafirma que adotou, no final de fevereiro, ações de prevenção e orientação aos empregados e clientes sobre o COVID-19. Todos os empregados do banco receberam e-mail corporativo com orientações baseadas nas diretrizes divulgadas pelo Ministério da Saúde. Além disso, o banco disponibilizou materiais como cartilha e FAQ no Portal do Empregado, com esclarecimentos sobre o tema.

O banco continua acompanhando a situação, a fim de avaliar medidas futuras que podem ser tomadas em decorrência da evolução dos acontecimentos.