Caixa libera créditos de até R$ 3 mil para negativados

COMPARTILHE
Por: Jornal Contábil  Data: 29/04/2022 às 13:51
Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil

Recentemente, a Caixa Econômica Federal anunciou a liberação de empréstimos cujos valores podem chegar a R$ 3 mil. Segundo a instituição, a oportunidade está disponível para pessoas físicas e pequenos empreendedores, em duas modalidades distintas. 

Um dos grandes atrativos da oferta, é a possibilidade de solicitar os créditos mesmo estando negativado, ou seja, a contratação pode ser realizada por cidadãos com o nome sujo nos órgãos de proteção ao crédito (Serasa, SPC, etc). Cabe salientar que esta é a primeira vez que o banco concede créditos a esse público. 

Além disso, a contratação dos créditos não conta com muita burocracia, dado que o procedimento é simples e prático, através do aplicativo Caixa Tem, bastando apenas realizar a atualização cadastral no app e enviar o documento de identidade. Por sua vez, o processo digital, até o momento, só está disponível para pessoas físicas. 

No caso do microempreendedor individual (MEI), a única opção para solicitar o empréstimo é ir pessoalmente à alguma agência da Caixa Econômica Federal. Vale ressaltar que é preciso ter uma conta junto ao banco. 

Além disso, é preciso que empreendedor tenha 12 meses ou mais de faturamento como MEI e apresentar os devidos documentos de cunho pessoal, tais como RG, CPF, CNPJ da empresa e comprovante de residência. 

Empréstimos para o MEI e pessoas físicas
Como anteriormente dito, a nova linha da Caixa SIM Digital  é disponibilizada em duas modalidades, sendo uma direcionada para pessoas físicas e outra voltada aos pequenos empreendedores. Confira as condições de crédito em cada um delas abaixo. 

Condições de créditoPara pessoa físicaPara MEI
Valores disponíveisDe R$ 300 a R$ 1.000De R$ 1.500 a R$ 3.000
Taxa de juros A partir de 1,95%, ao mêsA partir de 1,99%, ao mês
Parcelamento Dividido em até 24 vezesDividido em até 24 vezes

Importante! Caso o empréstimo tenha sido contratado na condição de MEI, os recursos devem ser utilizados no negócio do empreendedor, ou seja, é preciso destinar o dinheiro para investimentos em material, capital de giro, promover reformas, compra de utensílios, entre outras finalidades neste âmbito.