Cachorros entram em igreja como pajens em casamento e padre se nega a dar bênção a noivos

COMPARTILHE !!
Por: Diário do Nordeste  Data: 20/05/2022 às 06:39
Imagem: Divulgação

Scooby Pipoca são dois vira-latas. Ele tem 1 ano e meio, sofreu um acidente e ficou com defeito numa pata. Ela tem 3 anos, é cega e foi abandonada num lixão pelos antigos tutores depois que adoeceu e perdeu a visão. Dificilmente seriam adotados, mas foram pelos recém-casados Eliwelton Silva, 24, e Brenda, 19. 

No último fim de semana, os cães viraram pajens e entraram na igreja levando as alianças, que estavam em uma almofadinha pendurada no pescoço de Pipoca, que usava vestido.

“O pajem é um símbolo de pureza. Para nós protetores, os animais representam exatamente isso”, afirma Brenda.
A cena que divertiu e emocionou acabou contrariando o celebrante, o padre César Retrão, pároco de Nova Olinda.

O casal garante que a entrada dos bichos de estimação foi autorizada pelo secretário paroquial, a quem também pagaram R$ 310 em dinheiro como taxa de matrimônio.

Legenda: Eliwelton Silva, 24, e Brenda, 19, se casaram na região do CaririFoto: Divulgação

O sacerdote não quis falar sobre o assunto, mas, num vídeo de celular feito durante a celebração, é possível ver o padre contrariado quando Pipoca e Scooby se aproximam do altar, e Eliwelton tira o envelope com as alianças do pescoço de Pipoca. Em outro vídeo, é possível ouvir Retrão dizer que a cena era o cúmulo e que deveriam ter falado com ele antes e não com o secretário.

Segundo o casal, a contrariedade foi tanta que o padre apenas disse que assinassem o livro e saiu. Não houve a declaração de que o casal passaria a ser chamados de marido e mulher e também não houve o beijo final.

Os noivos deram entrada em uma paróquia do Crato em busca de uma benção. O casal ainda não sabe se Pipoca e Scooby vão participar.Mas a gente gostaria muito que eles fossem.

A Diocese do Crato se pronunciou por nota. “O ocorrido será analisado em uma reunião com o Colégio dos Consultores junto do Bispo diocesano. A data ainda não foi marcada. Somente após a reunião, a Diocese poderá tratar do assunto, uma vez que é algo novo para os mesmos.”

Legenda: Scooby e Pipoca são dois vira-latas que foram adotados pelos recém-casadosFoto: Divulgação

Apesar da contrariedade, é importante dizer que o padre Retrão ajuda os animais abandonados e resgatados. É o que afirma, em nota, o Instituto Lilica, instituição que tem entre os voluntários os noivos.

No texto, eles lamentam que Pipoca e Scooby não tenham sido bem recebidos pelo sacerdote, reafirmam que o secretário foi avisado, mas dizem também que não concordam com os ataques que o sacerdote vem sofrendo, lembrando que ele sempre ajudou o instituto de várias formas.