Brasileiros avaliam trabalho do STF como ‘ruim’ ou ‘péssimo’

COMPARTILHE
Por: Jovem Pan  Data: 17/09/2022 às 08:18
Fonte de Imagem: Carlos Moura/SCO/STF

A avaliação do Supremo Tribunal Federal (STF) entre os brasileiros piorou nos últimos três meses. É o que aponta a nova pesquisa PoderData divulgada nesta sexta-feira, 16.

De acordo com o levantamento, atualmente, 46% dos eleitores avaliam o trabalho da Suprema Corte como “ruim” ou “péssimo”, enquanto apenas 24% avaliam o órgão judiciário como “bom ou ótimo”. O resultado mostram um aumento de cinco pontos percentuais na taxa de rejeição.

Em junho deste ano, 41% dos brasileiros avaliavam negativamente o STF. Ainda na comparação com a pesquisa anterior, o grupo do “regular” reduziu em 10 pontos, passando de 33% para 23%, e os que não souberam responder passaram de 2% para 7% da população.

A pesquisa PoderData foi realizada entre os dias 11 e 13 de setembro com 3.500 participantes por meio de ligações telefônicas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o intervalo de confiança de 95%.

O levantamento é divulgado em um momento de renovação no Supremo Tribunal Federal, com a chegada da ministra Rosa Weber à presidência na última segunda-feira, 12. Em seu discurso de posse, ela reiterou seu compromisso com a Constituição Federal, com a laicidade do Estado, com a igualdade entre os brasileiros e pregou o respeito à separação entre os Poderes.

“Sem um Poder Judiciário independente e forte, sem juízes independentes e sem imprensa livre, não há democracia”, disse, antes de ser interrompida por longos aplausos. “A democracia pressupõe diálogo constante, tolerância, compreensão das diferenças e cotejo pacífico de ideias distintas e até mesmo antagônicas”, afirmou a nova presidente também saiu em defesa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), classificado pela magistrada como “o nosso tribunal da democracia”.