Bolsonaro faz chamada de vídeo com família de petista assassinado

COMPARTILHE
Por: Jovem Pan  Data: 13/07/2022 às 06:07
Fonte de Imagem: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro esteve em chamada de vídeo, na tarde desta terça-feira (12), com a família de Marcelo Arruda, tesoureiro do PT de Foz de Iguaçu que foi assassinado por um bolsonarista. A ligação foi feita por intermédio do deputado Otoni de Paula (MDB/RJ).

Segundo o colunista Guilherme Amado, Bolsonaro disse aos familiares de Marcelo que a esquerda está tentando culpá-lo pelo assassinato e ainda convidou a família para uma coletiva de imprensa a ser realizada na quinta-feira (15). Os irmãos de Marcelo, que são apoiadores do presidente, não confirmaram se irão aceitar o convite, mas afirmaram que não querem que o caso seja explorado politicamente.

“A ideia é ter uma coletiva com a imprensa para vocês falarem a verdade, não é a esquerda ou a direita. A imprensa está tentando desgastar o meu governo”, disse Bolsonaro.

Marcelo foi morto a tiros durante a festa de comemoração dos seus 50 anos, na madrugada deste domingo (10). Segundo testemunhas, o agente penitenciário federal Jorge José da Rocha Guaranho invadiu o evento aos gritos de “Bolsonaro” e “mito” e ameaçou os convidados. Houve troca de tiros e os dois foram baleados. Marcelo Arruda morreu no local e Jorge José foi levado para o hospital. O guarda municipal, que é filiado ao PT, deixa esposa e quatro filhos, incluindo uma menina de seis anos e um bebê de um mês.