Bebês recebem vacina contra Covid-19 por engano e são internados

COMPARTILHE
Por: Olhar Digital  Data: 05/12/2021 às 17:45
Fonte de Imagem: Shutterstock

Por engano, uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Sorocaba, interior de São Paulo, aplicou a vacina da Pfizer contra a Covid-19 em dois bebês de dois e quatro meses. As crianças apresentaram fortes reações ao imunizante e precisaram ser internadas.  

No lugar da vacina contra a Covid-19 os bebês deveriam ter tomado a vacina pentavalente, que age contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria haemophilus influenza tipo b.

A mãe de uma das crianças relatou que a enfermeira explicou sobre as possíveis reações da vacina pentavalente, mas que sua filha passou a ter febre muito alta e uma sequência de episódios de vômitos horas após a aplicação. Na manhã do dia seguinte a mãe procurou a UBS, a criança então foi medicada.

À tarde, recebeu uma ligação da unidade de saúde pedindo para que retornasse ao local. “Quando cheguei, pegaram a carteirinha da Liz e sumiram”, contou. Em seguida, a mãe foi atendida pelo próprio secretário de Saúde, Vinícius Rodrigues, que explicou o erro que havia sido cometido.  

A mãe do segundo bebê conta que passou por algo parecido. O filho ficou com febre alta por 24 horas e, no dia seguinte, foi chamada a unidade de saúde, onde foi informada sobre o acontecido.  

Por recomendações da Pfizer, os dois bebês foram internados na última quinta-feira (2). A farmacêutica indicou que as crianças devem ficar sob observação durante sete dias com eletro e ecocardiograma, além de recolhimento de sangue a cada 48 horas.  

A Prefeitura de Sorocaba confirmou o caso e afirmou que abriu um Processo Administrativo Disciplinar para apurar a situação. “Por ora, a técnica de enfermagem que fez a aplicação foi afastada da sala de procedimentos injetáveis até a apuração e verificação das medidas que serão tomadas”, informou.