Auxílio Emergencial ainda será concedido a 500 mil beneficiários

COMPARTILHE
Por: Jornal Contabil  Data: 01/04/2022 às 06:06
Fonte de Imagem: Reprodução

O Auxílio Emergencial chegou ao seu fim em outubro de 2021, todavia, ainda ao final desse mesmo ano, o Governo Federal autorizou o pagamento de valores retroativos a 1,3 milhões de cidadãos com direito ao benefício. 

Este grupo de contemplados com direito aos pagamentos do auxílio em 2022, é formado por pais solteiros que não receberam a parcela dupla durante os repasses de 2020, assim como aconteceu no caso das mães. 

Para uma melhor contextualização, nas primeiras 5 parcelas do Auxílio Emergencial, o pagamento destinado aos beneficiários era no valor de R$ 600, entretanto, mães solteiras chefes de família recebiam em dobro, ou seja, R$ 1.200. Contudo, o mesmo não foi autorizado para os pais solteiros.

Contudo, foi posteriormente aprovado um projeto de lei no Congresso Nacional que permitiu o pagamento da cota extra aos homens monoparentais, de modo que este grupo ganhou o direito de receber os respectivos valores retroativos.   

Vale lembrar, que do total de 1,3 milhões de beneficiários, uma parte já teve o pagamento recebido em janeiro, sendo cerca de 823,4 mil pessoas. Sendo assim, o programa ainda deve repassar as quantias a 500 mil pais solteiros. 

Como saber se tenho direito aos pagamentos?
Caso você se encaixe no perfil descrito no artigo, e deseja saber se receberá os retroativos, basta realizar a consulta pela página do Dataprev, informando o seu CPF. 

Cabe enfatizar, que tais repasses somente são destinados aos pais monoparentais chefes de família que receberam apenas a cota simples de R$ 600 no início da pandemia, em 2020. Para o público geral, o governo permanece adotando o Auxílio Brasil, como principal benefício de transferência de renda. 

Qual é o valor dos retroativos?
A quantia que cada pai irá receber varia conforme o mês em que ele foi aprovado no Auxílio Emergencial, no decorrer de 2020, o que implica diretamente nos valores que ele deixou de receber. 

Assim sendo, confira uma relação de valores a respeito da quantia a receber, conforme cada caso. 

País aprovados em: Valor do pagamento retroativo
Abril (recebeu 5 parcelas)R$ 3.000
Maio (recebeu 4 parcelas)R$ 2.400
Junho (recebeu 3 parcelas)R$ 1.800
Julho  (recebeu 2 parcelas)R$ 1.200
Agosto (recebeu 1 parcela)R$ 600