Artesã miguelense representa município na maior feira de Artesanato da América Latina, em Recife (PE)

COMPARTILHE
Por: Assessoria  Data: 11/07/2022 às 18:28
Fonte de Imagem: Divulgação

 Representando São Miguel dos Campos, a artesã e jornalista Marta Moura, também é responsável pelo projeto Arte a Mão que capacitou artesãos com o apoio da Prefeitura de São Miguel dos Campos.

Dos dias 6 a 17 de julho acontece a 22ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), conhecida como a maior feira de Artesanato da América Latina, que ocorre no Centro de Convenções, em Olinda. Com isso, a artesã e jornalista Marta Moura esteve visitando stands de vendas, mestres e atrações que animaram a feira.Nesse ano, o evento homenageia os 30 anos do Manguebeat, que revolucionou o cenário cultural e musical nos anos 90, sendo idealizado por Chico Science. Para quem pode conferir, estão sendo realizadas palestras, oficinas, aulas de gastronomia, rodadas de negócios, além de prestigiar atrações locais.

A artesã nos contou que assistiu a uma apresentação de Maracatu Rural com mais de 20 integrantes brincando e dançando no espaço da praça de alimentação. Além disso, conversou com vários mestres artesãos para troca de conhecimentos como é o caso da Mestra Cida Lima, de Belo Jardim (PE).

“Já é minha segunda vez participando como visitante, mas agora vim para conhecer muito mais sobre os mestres que participam. Conversei com artesão de Mariana (MG), Edney do Carmo, que trabalha esculpindo na madeira artes sacras com traços do barroco mineiro”, relatou.

“Também conversei bastante com a mestra Cida Lima, muito conhecida por confeccionar cabeças em cerâmica. A Fenearte é um universo para quem é amante da arte ou se interessa em conhecer nosso Brasil e mundo”, disse Marta Moura.

A artesã também é conhecida por ser responsável pelo projeto que capacitou artesãos de São Miguel dos Campos, o “Arte à Mão”. Com apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Sedecti), beneficiou e formalizou artesãos através dessa capacitação que realizou a inscrição e entrega da Carteira Nacional do Artesão, ofertada pelo Programa do Artesanato Brasileiro.